A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/03/2012 14:47

Prejuízo da Expogrande não deve afetar agronegócio, diz Acrissul

Elverson Cardozo
Estimativa é de que feira movimente mais de R$ 100 milhões.Estimativa é de que feira movimente mais de R$ 100 milhões.

Sem os tradicionais shows durante a Expogrande, a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) acredita que o prejuízo, estimado em R$ 1,5 milhão, não deve afetar o agronegócio no Estado.

“O prejuízo é da cultura da população que tem na Acrissul a possibilidade de ver seus ídolos pagando preço de cinema”, afirmou o presidente da entidade, Chico Maia. “Quem vai para comercialização de gados não depende dos shows”, completa.

Com 48 leilões confirmados e mais de 900 animais na disputa, Maia acredita que a comercialização agropecuária desta edição deva sofrer perda de pelo menos 10%, não pela proibição das atrações musicais, mas pela queda no preço do gado.

Em 2011, a entidade movimentou cerca de R$ 140 milhões durante o evento. Este ano, a estimativa é de que a cifra também passe a casa dos R$ 100 milhões. “A comercialização é positiva”, finaliza o presidente.

Programação - Os leilões durante a Expogrande foram divididos em duas etapas. Nos primeiros cinco dias, de 12 a 17 de abril, vão a leilão gados Zebu, predominantemente da raça Nelore.

Do dia 18 ao dia 22, entram na disputa os gados leiteiros e europeus. Durante os 10 dias de feira os visitantes poderão conhecer tecnologia referente ao futuro da pecuária. Trata-se da “expogenética”.

Abertura e homenagem – A abertura da Expogrande acontece no dia 2, às 20h, com homenagem ao ex-governador Pedro Pedrossian. A feira agropecuária acontece de 12 a 22 de abril.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions