A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019

30/10/2018 11:31

Alunos de MS conquistam 2º lugar na 12ª Mostra Brasileira de Foguetes

Danielle Valentim
Os mais de 200 times de todo o Brasil que disputaram a MOBFOG em Barra do Piraí foram definidos ao longo de seletivas realizadas nos municípios. (Foto: Divulgação)Os mais de 200 times de todo o Brasil que disputaram a MOBFOG em Barra do Piraí foram definidos ao longo de seletivas realizadas nos municípios. (Foto: Divulgação)

Estudantes das escolas do Sesi de Dourados e Três Lagoas ficaram com a medalha de prata na 12ª edição da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). Os resultados foram divulgados durante a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, na cidade de Barra do Piraí (RJ).

Promovido anualmente, o evento estimula o interesse dos alunos brasileiros na aeronáutica, área pouco estimulada no País. Nas provas, era necessário construir e lançar o mais longe possível os foguetes feitos a partir de materiais como garrafa PET e tubo de papelão.

Os mais de 200 times de todo o Brasil que disputaram a MOBFOG em Barra do Piraí foram definidos ao longo de seletivas realizadas nos municípios e distribuídos em quatro baterias para fazer os lançamentos dos foguetes. Em Mato Grosso do Sul, as escolas do Sesi em Dourados e Três Lagoas conseguiram avançar para a etapa nacional.

A Escola do Sesi de Três Lagoas ficou na 1ª bateria e a equipe formada pelos alunos Mateus Rodrigo Percinoti, João Vitor Stermoto e Letícia Canavarro Turci, todos da 3ª série do Ensino Médio, obteve o 2º lugar.

Na 2ª bateria, o time da Escola do Sesi de Dourados, formado pelos alunos Tiago Colar, Julia Garcia e Luiza Fernandes, também levou a medalha de prata para a casa, sendo que todos os alunos ganharam um certificado de participação e, no caso dos vencedores, ainda levaram medalhas e o almejado troféu “Foguete de Papel”.

“Fiquei muito feliz de participar, adquirimos muita experiência e só temos a agradecer pelo apoio da escola e nossos pais e ao professor Wesley, que nos proporcionaram essa experiência”, disse Julia Garcia, da Escola do Sesi de Dourados. “Ficamos muito felizes com o 2º lugar, que é uma excelente colocação, até mesmo porque o que importa é o aprendizado, que foi muito grande”, acrescentou Thiago Sorrilha, também da Escola do Sesi de Dourados.

De acordo com o professor Fernando Anselmo Ferreira, que leciona a disciplina de Física na Escola do Sesi de Três Lagoas, em um primeiro momento pode parecer fácil fazer um foguete com uma garrafa PET, mas, na verdade, é uma tarefa difícil que demanda muito tempo e dedicação. “Colocar o que ensinamos em prática é algo muito satisfatório, mas fazer um projeto com os alunos, vendo ele funcionar é uma experiência sensacional”, disse.

Segundo o professor Wesley Sarati, que leciona a disciplina de Física na Escola do Sesi de Dourados, a atividade teve como objetivo despertar nos alunos o interesse pelo estudo de Ciências, Física, Química, Matemática e Biologia. “Muito gratificante ver o esforço dos alunos serem recompensado. E mais gratificante ainda, para mim como professor, ver o envolvimento dos alunos, determinação para alcançar seus objetivos e diante das adversidades se manterem unidos e focados”, declarou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions