ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 23º

Lugares por Onde Ando

E aí, já tem planos para aproveitar o super feriado de outubro?

Por Paulo Nonato de Souza | 08/09/2021 09:21
Vem aí o feriadão de outubro para você aproveitar a folga no seu melhor estilo sem sair de Mato Grosso do Sul (Foto: Grupo Rio da Prata/Divulgação)
Vem aí o feriadão de outubro para você aproveitar a folga no seu melhor estilo sem sair de Mato Grosso do Sul (Foto: Grupo Rio da Prata/Divulgação)

O feriadão do Dia da Independência acabou de passar, mas vem aí mais um super feriado. É que este ano os dias 11 e 12 de outubro, datas comemorativas pelo Dia da Criação de Mato Grosso do Sul e o Dia da Padroeira do Brasil, vão abrir a semana: segunda-feira e terça-feira, respectivamente. Isso significará quatro dias para você se divertir no seu melhor estilo, considerando o sábado, 9, e o domingo, 10.

Por exemplo, se você mora em Campo Grande, tem planos de viajar no feriadão de outubro e prefere pegar a estrada, uma boa dica é aproveitar o que Mato Grosso do Sul oferece em abundância: turismo de natureza. Se a intenção for fazer um passeio bate e volta, nem vai precisar ir muito longe.

Em Mato Grosso do Sul, há muitas opções de destinos onde poderá curtir atividades ao ar livre, bem de acordo com as recomendações dos protocolos de biossegurança contra o coronavírus. Mas lembre-se de que a campanha de vacinação contra a Covid-19 está avançando, mas as recomendações sobre cuidados para evitar a propagação do vírus ainda são as mesmas.

Por conta da pandemia de Covid-19 e das recomendações para se evitar o contágio e a propagação do coronavírus, o turismo regional de natureza está em alta pela preferência cada vez maior por viagens de carro para destinos próximos. Veja abaixo algumas dicas de destinos sul-mato-grossenses:

Bodoquena:

Distante 264 km de Campo Grande, o município de Bodoquena é uma opção de destino que se enquadra perfeitamente no perfil do turismo neste momento da pandemia: próximo, acesso de carro e com muitas atividades ao ar livre em meio a natureza. Que tal um fim de semana sem o estresse do trânsito e preocupações urbanas em um cenário rural com conforto e aconchego para toda a família? Uma boa alternativa é a fazenda de turismo Cachoeiras Serra da Bodoquena, localizada  a 3 km do centro da cidade de Bodoquena,

O Parque Nacional da Serra da Bodoquena, que além de Bodoquena abrange os municípios de Bonito, Jardim, Miranda e Porto Murtinho, é um lugar perfeito para apreciar a fauna e a flora. São milhões de anos desenvolvendo uma natureza diferenciada, imensas cavernas, rios de águas transparentes e belas cachoeiras. Nem precisa ser um praticante de turismo de aventura. Basta gostar do verde e do cheiro do mato.

Bonito (Aventura de bike) 

Em Bonito você tem a opção de encarar o turismo de aventura em cima de bicicletas. Além de ser uma alternativa sustentável de mobilidade, o turismo de bike é todo ao ar livre e possibilita conhecer lugares com muito mais autonomia, porque você pode fazer o seu próprio ritmo e parar onde e quando quiser, nem precisa ser um ciclista do dia a dia ou um atleta de MTB (Mountain Bike). Se ficou interessado, ligue para o Allan Velcic, da Rota Aventura, uma operadora de cicloturismo local especializada em trilhas e roteiros de bike (67-98459 7900).

Aquidauana:

Para quem segue na rodovia BR-262 a partir de Campo Grande são 140 km até a cidade de Aquidauana. É a primeira escala de um roteiro pela região do Pantanal que também inclui Miranda e Corumbá. São 74 km entre Aquidauana e Miranda, depois mais 191 km até Corumbá. A área rural apresenta uma grande variedade de atrações turísticas, como as belezas naturais da Serra de Maracaju, um conjunto de montanhas que divide o Estado de Mato Grosso do Sul. A leste tem os campos de cerrado e a oeste a planície pantaneira, com cachoeiras, cavernas e até praias de areia branca às margens do Rio Aquidauana.

Jardim (Lagoa Misteriosa):

Distante 237 km de Campo Grande pela rodovia BR-060. Uma atração que vale muito a pena é a Lagoa Misteriosa. Com profundidade desconhecida, a lagoa tem 30 metros de largura e 60 de cumprimento. O passeio localizado na fazenda Recanto Ecológico Rio da Prata, a 36 km de Jardim, inclui flutuação (R$ 166 por pessoa) e mergulho com cilindro (R$ 400 por pessoa com direito aos equipamentos necessários). O almoço é servido na sede do Recanto Ecológico Rio da Prata ao preço de R$ 56 por pessoa.

Rio Negro (Vale do Alcantilado): 

O Vale do Alcantilado, mais conhecido pelo nome de Estância Arco Íris, uma propriedade privada no município de Rio Negro, a 154 km de Campo Grande, soa como uma boa dica de destino de lazer em ambiente de natureza e atividades ao ar livre com deslocamento de carro. Chegando em Rio Negro são mais 15 km de estrada de terra até a Estância Arco Íris. Na ida a sensação é de que você não vai chegar nunca, mas as belezas naturais do lugar compensam.

O Vale do Alcantilado se encaixa no conceito de bate e volta. A lista de atrativos inclui uma cachoeira de mais de 60 metros de altura, trilhas, piscina natural e sítios arqueológicos com cavernas de mais de 10 mil anos, batizadas de a Toca do Índio I e a Toca do Índio II.

Furnas do Dionísio (Jaraguari)  

O lugar é um paraíso com morros, cachoeira, vegetação nativa e muita história da época da escravidão. Furnas do Dionísio, uma comunidade quilombola, fica em Jaraguari, distante 40 km de Campo Grande. Pela proximidade, se você é campo-grandense, é uma bela opção para um programa de fim de semana. Uma boa dica é fazer o agendamento e buscar informações antes de sair de casa. Assim você pode programar serviço de guia e até almoço no local. Ligue (67) 99976-7087.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário