ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 23º

Lugares por Onde Ando

Vai pra onde? Opções não faltam para as férias de julho

Por Paulo Nonato de Souza | 29/06/2022 12:48
Cachoeira com cerca de 186 metros de queda livre em São Roque de Minas, um destino do interior mineiro para visitar em família - Foto: Reprodução
Cachoeira com cerca de 186 metros de queda livre em São Roque de Minas, um destino do interior mineiro para visitar em família - Foto: Reprodução

Férias de julho, férias de meio de ano ou simplesmente recesso escolar? Seja qual for a sua definição, o fato é que são duas semanas para curtir e, melhor ainda, estão logo aí. Começa no próximo dia 11 e vai até o dia 25. Para muitos brasileiros, o período é ideal para viajar e fazer turismo em família.

Opções de destinos não faltam em Mato Grosso do Sul e no restante do país, caso você não tenha se planejado para aproveitar o alívio nas restrições da pandemia para fazer uma viagem internacional. No Brasil há uma grande diversidade de destinos que são acessíveis por carro e não exigem muito planejamento.

Florianópolis, em Santa Catarina, é uma boa dica. Sempre no topo dos lugares de praias preferidos dos sul-mato-grossenses, Floripa está a 1.300 km de distancia desde Campo Grande e vale avaliar se compensa ir de carro, apesar dos elevados preços dos combustíveis. Ah,  se achar que sim, não esqueça da revisão mecânica e de verificar a validade do seguro do veículo.

Mesmo no inverno é irrecusável um passeio pelas praias de Florianópolis. Mas, caso prefira não curtir a beleza do litoral catarinense, a cidade tem outras atrações, como o Centro Histórico, o Largo da Alfandega, a Praça 15 de Novembro, o Museu Histórico e a Catedral Metropolitana.

Se prefere contato com a natureza de outras regiões do país, São Roque de Minas, a 1.100 km de Campo Grande, é um destino para ficar sempre na memória. O município mineiro faz parte do Circuito Turístico da Canastra, lugar conhecido nacionalmente pela produção do queijo artesanal típico da região, abriga a nascente do Rio São Francisco e a Cachoeira Casca d’Anta, que tem cerca de 186 metros de queda livre.

O acesso de carro a partir de Campo Grande pode ser via Ribeirão Preto, São Paulo. Se vai de avião até Campinas, o acesso é pela BR-491 (sentido Passos) e continuar na BR-050 até Pimhui. Em seguida, basta pegar a MG-341 até São Roque de Minas. Quem sai de Belo Horizonte, o ideal é pegar a BR-381 (Fernão Dias) e depois a BR-262 sentido Triângulo Mineiro. Depois, a BR-050 São Roque de Minas.

O período é ótimo para viajar em família, se as finanças permitem. Como o frio já marca presença, também pode ser perfeito para fazer passeios culturais com as crianças, desde centros tecnológicos que nos levam a refletir o presente e a olhar para o futuro a museus que ajudam a contar a história do Brasil.

Faça uma viagem diferente de todas que já fez em família. Que tal viajar de trem? É uma boa alternativa para conhecer lugares e belas paisagens. Infelizmente o nosso país não oferece muitas opções nesse setor. Mas, mesmo com a depredação do patrimônio ferroviário, ainda temos 30 mil km ferrovias, segundo dados do site Transporte Ferroviário no Brasil. Pesquise e encontre seu destino preferido.

Nos siga no Google Notícias