ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 23º

Lugares por Onde Ando

Voos para o Deserto do Atacama a partir de R$ 2.366

Por Paulo Nonato de Souza | 03/11/2023 08:39
Passagens aéreas com preços acessíveis desde Campo Grande para explorar o deserto do Atacama, um lugar que fascina e atrai turistas do mundo todo (Foto: Reprodução)
Passagens aéreas com preços acessíveis desde Campo Grande para explorar o deserto do Atacama, um lugar que fascina e atrai turistas do mundo todo (Foto: Reprodução)

Se você é daquelas pessoas que unem viagem, esporte de aventura e natureza, uma boa dica pode ser o deserto do atacama, no Chile. Na lista das paisagens mais fascinante da América do Sul, capaz de atrair turistas do mundo todo, o lugar é cenário perfeito para a prática de trekking, montanhismo, montaria, off-road e mountain bike.

É o deserto mais árido do mundo, mas do tipo que não assusta. Pelo contrário, fascina milhares de pessoas que todos os anos desembarcam no Chile para explorar suas belezas naturais, descobertas arqueológicas, salinas, gêiseres, vulcões, lagos coloridos,  lagos em que não se afunda, cânions de água cristalina e um céu azul como em nenhum outro lugar. Portanto, o Atacama vai muito além das dunas de areia.

Se ficou interessado em viajar para o Atacama, então se apresse nas suas buscas para encontrar as melhores ofertas. Para te ajudar, o site Melhores Destinos, especializado em promoções de passagens aéreas, localizou voos da Latam a partir de R$ 2.366 com embarque em Campo Grande, saída dia 28/11 e retorno dia 5/12. Saindo do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, o preço cai para R$ 1.556.

Vale lembrar que os preços no turismo estão em constante atualização, ainda mais no setor de passagem aérea, que pode mudar conforme cresce a demanda de viagens. Se deseja viajar, o melhor a fazer é não deixar para a última hora. Faça suas buscas na sua plataforma de turismo preferida ou diretamente no site da Latam.

Nos siga no Google Notícias