A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

15/01/2015 11:59

Mais três vereadores acusados de corrupção serão julgados em fevereiro

Helio de Freitas, de Dourados
Elias Alves, que deveria assumir a presidência da Câmara agora, mas foi afastado após a Operação Atenas, responde processo por quebra de decoro (Foto: Divulgação)Elias Alves, que deveria assumir a presidência da Câmara agora, mas foi afastado após a Operação Atenas, responde processo por quebra de decoro (Foto: Divulgação)

A Câmara de Naviraí, cidade a 366 km de Campo Grande, se prepara para julgar mais três vereadores por quebra de decoro. Elias Alves (Pros), Vanderlei Chagas (PR) e Gean Carlos Volpato (PMDB), réus na ação penal da Operação Atenas acusados de fazer parte do esquema de corrupção desvendado em outubro do ano passado, foram afastados dos cargos no início de novembro e substituídos por suplentes. A sessão de julgamento deve ocorrer na primeira quinzena de fevereiro.

Veja Mais
Câmara cassa três vereadores por corrupção e um renuncia ao mandato
Vereador mais votado em 2012 é o 1º a perder mandato por corrupção

Formada por Márcio Scarlassara (PSDC), Mário Gomes (PTdoB) e José Roberto Alves (PMDB), a Comissão Processante contra os três foi instaurada em novembro, mas pouco avançou nesses dois meses. Como os integrantes eram os mesmos da primeira comissão, instalada contra outros quatro vereadores e concluída nesta semana, o trio priorizou o primeiro processo e agora dedica atenções para essa investigação.

Na sessão de segunda-feira, Gomes e Alves foram vaiados pelos moradores por terem sido os únicos que votaram pela absolvição de Adriano José Silvério e Carlos Alberto Sanches, o Carlão, cassados por 10 votos a 2. Eles só votaram pela cassação do ex-presidente Cícero dos Santos, que perdeu o mandato por 13 a 0. O outro vereador acusado, Marcus Douglas Miranda, renunciou durante a sessão.

“Ontem nos reunimos com os demais vereadores para falar do andamento dessa comissão e demos prazo de dez dias para o relator Mário Gomes apresentar um parecer indicando o prosseguimento ou arquivamento da denúncia, o que deve ocorrer no dia 26 deste mês”, afirmou Márcio Scarlassara ao Campo Grande News.

Segundo ele, após essa fase começam os depoimentos dos acusados e das testemunhas e o período para apresentação das alegações finais. A expectativa é realizar a sessão de julgamento até o dia 13 do próximo mês.

Elias Alves, que tinha sido eleito para presidir a Câmara de Naviraí em 2015 e 2016, Gean Carlos Volpato e Vanderlei Chagas são acusados de fazer parte do esquema de corrupção montado por Cícero dos Santos para ganhar dinheiro através de diárias fraudulentas pagas pelo Legislativo, de licitações irregulares e de cobrança de propina de empresários locais para agilizar a liberação de alvarás e outros documentos públicos.

Além da denúncia por quebra de decoro, que pode render a cassação do mandato, os três são réus por organização criminosa em ação penal que tramita no Fórum da cidade e se condenados podem ser condenados a uma pena de 3 a 8 anos de prisão.

Vanderlei Chagas também está afastado e será julgado em fevereiro por quebra de decoro (Foto: Divulgação)Vanderlei Chagas também está afastado e será julgado em fevereiro por quebra de decoro (Foto: Divulgação)
Gean Carlos Volpato, vereador afastado em novembro (Foto: Divulgação)Gean Carlos Volpato, vereador afastado em novembro (Foto: Divulgação)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions