A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

18/12/2016 11:57

A importância da leitura para crianças e jovens

Por Alexandra Vieira de Almeida (*)

A junção entre palavra e imagem permite que as crianças e os jovens acionem o seu universo simbólico. O imaginário destes seres é muito mais propenso à curiosidade e ao reconhecimento de novas trilhas, pois eles envolvem uma gama variada de significados abertos à imaginação latente.

O público infanto-juvenil geralmente se aventura por vários autores por sua qualidade lúdica. No entanto, a leitura não pode ter um engessamento habitual. É necessário que a liberdade pela brincadeira com as palavras e imagens leve estas pessoas a recriar o universo do simbólico pelas suas próprias mentes criativas.

A criatividade é o fator mais forte nesse aspecto. Ler se torna uma lâmpada que desbrava zonas escuras e desconhecidas. As crianças e jovens possuem esta luz que ilumina os labirintos da imaginação. Percorrem os caminhos e refazem novos até chegarem ao fim do caminho que pode ser retomado com novas lâmpadas que aquecem as histórias maravilhosas para estes indivíduos.

A leitura os tornam criadores de universos reais e imaginários. Por meio dela, os jovens preenchem uma palavra sugerida, uma imagem rica, fazendo do livro e de suas vidas uma conjunção repleta de significados amplos.

É como se o barco de papel carregasse um alfabeto mágico, cheio de combinações e possibilidades pelas consciências inventivas das crianças e jovens. O barco percorre o rio do simbólico e cabe a eles preenchê-lo com novas histórias. Eles, sim, são inventores de novas trajetórias, novos pontos de encontros e desencontros.

Por esse motivo, desde cedo, os pequenos devem “respirar” histórias. As palavras devem fazer sempre parte da vida das crianças como um caminho para o pleno e educativo amadurecimento. É na infância e na adolescência que se forma possíveis inventores, criadores, enfim, mestres da vida. Eles precisam da leitura para que o crescimento intelectual se dê de forma sadia, eficaz e plena.
Esse prazer leva-os a encontrar o desenvolvimento da própria experiência. É como se no espelho encontrássemos múltiplas cores, múltiplos conhecimentos, várias vivências que eles vão construindo ao longo da leitura, produzindo-se, assim, universos multifacetados, que são reflexos de suas potencialidades imaginativas.

A potência nesta fase é imensa como o mar mais vasto que percorre as linhas e imagens destes livros maravilhosos que são produzidos só para eles. A literatura infanto-juvenil é uma semente rica em novas árvores em seu amadurecimento. Cabe aos adultos plantarem estas sementes nas crianças e jovens para elas frutificarem. A leitura é a potência que frutifica estes aspectos. Então, que venham cada vez mais livros para as crianças e jovens.

(*) Alexandra Vieira de Almeida – Escritora e Doutora em Literatura Comparada (UERJ)

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions