A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

16/10/2018 13:28

Qualidade para antever o futuro da indústria

Por Anderson Bambirra (*)

A qualidade na indústria acompanha as constantes mudanças disruptivas, orquestradas pelos avanços das tecnologias e inovações que movem o mercado. Cada vez mais, o fator diferencial da qualidade é colocado num pedestal diante das rápidas alterações que estamos vivendo em todo o mundo.

Fatores humanos e comportamentais, porém, mantêm-se estratégicos para a área da qualidade, uma vez que o senso de trabalho em equipe, a gestão sistêmica e a necessidade de especialização constante dos profissionais continuam em voga e em crescente importância para o avanço rumo à Indústria 4.0, um fator tão complexo no Brasil.

As abordagens que inter-relacionam comportamento e ciência da qualidade são fundamentais para entender e antever o futuro da indústria diante das várias alterações que vem sendo inseridas nas fábricas e nos escritórios e determinam os caminhos a serem tomados. As estratégias devem se moldar ao contexto, podendo ser repensadas para se adequarem às transformações que vivem o setor e o mercado.

O necessário alto rigor exigido pela qualidade também deve elevar os níveis de eficiência e produtividade, questões marcantes da velocidade das transformações advindas da Indústria 4.0. As organizações asseguram esses fatores com crescentes investimentos em tecnologias e inovações, mas também com a gestão da excelência de seus sistemas e ferramentas, adaptando às realidades de cada corporação e do mercado que as rodeiam.

Quem tiver interesse em discutir esses e outros assuntos relacionados à qualidade está convidado para participar do Simpósio SAE BRASIL de Qualidade 2018, que será realizado dia 18 de outubro, na Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em Belo Horizonte, MG.

(*) Anderson Bambirra é engenheiro, diretor de Qualidade da Aethra e chairperson do Simpósio SAE BRASIL de Qualidade 2018. 

As lições a serem aprendidas com o lago do Parque das Nações Indígenas
“Nesta terra molhada”, após 5 meses com inúmeras iniciativas, do governo e sociedade, o lago artificial do Parque das Nações está voltando a produzir...
Gestão pública é o caminho contra a corrupção
A corrupção é pré-requisito do desenvolvimento, já dizia Gunnar Myrdall, Prêmio Nobel de Economia, em 1974. Ou seja, esse mal é algo comum e enraizad...
A virtude da temperança
Não haverá Paz duradoura enquanto prevalecerem privilégios injustificáveis, que desonram a condição humana, pela ausência de Solidariedade, que deve ...
MS: Um novo salto de desenvolvimento
A história de Mato Grosso do Sul não é uma linha reta. Ela vem sendo escrita, no curso do tempo, por diferentes protagonistas, por meio de um caminho...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions