A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Maio de 2017

09/03/2011 10:03

Compras Coletivas: Rápido crescimento de vendas online pode atingir R$ 500 milhões

Elias Honn (*)

Os novissímos sites de Compras Coletivas viraram uma febre na internet, crescem a cada dia e cada vez mais caem no gosto dos internautas. Caindo no gosto popular e movimentando negócios na maioria das cidades do Brasil, com todos os tipos de ofertas e descontos. Porém como todo mês surgem alguns sites diferentes ofertando diversos produtos é ideal saber a diferença entre Clube de Compras e Compra Coletiva.

Muitas vezes não vamos a algum lugar pela falta de tempo, ou não compramos aquele presente que gostaríamos porque teria que ir até o shopping da cidade, pagar estacionamento, enfrentar filas, isto acaba com o humor das pessoas e com o tempo que anda tão concorrido hoje em dia. Por isso que os Clubes de Compras e sites de Compras Coletivas começam a fazer tanto sucesso. Surgido para consumidores que não querem perder tempo em engarrafamentos, procurando uma vaga no estacionamento do shopping, em filas para pagar. Enfim uma infinidade de coisas que nos faz querer ficar longe de um shopping, e com isso as Compras Coletivas como o Saveme, começam a fazer sucesso.

Compra coletiva é o processo de se comprometer a pagar por uma determinada oferta, que certamente está abaixo do preço normal. No entanto, para que o negócio seja efetivamente concretizado, é preciso que um número mínimo de pessoas também se comprometa. Por exemplo, um DVD da Ivete Sangalo que custa R$ 50 poderia sair por R$ 25 numa compra coletiva, desde que 100 pessoas aceitem participar do negócio.

Este modelo de venda é ideal para pequenas empresas, pois a oportunidade de várias pessoas conhecerem é grande bem como a divulgação de sua empresa/marca nas Redes Sociais também é grande. As Redes Sociais começaram a ajudar na divulgação destes sites de Compras Coletivas, onde cada usuário que indicar um amigo ganha bônus para usar dentro do site, isto fez com que as pessoas começassem a divulgar em suas redes sociais as promoções que encontravam nas Compras Coletivas, que funcionam assim: - Existe um número mínimo de pessoas compradoras para efetivar uma oferta - Caso não seja vendido todos os números ofertados e você já tenha pagado, o seu dinheiro é devolvido.

As Compras Coletivas continuam atraindo muitos compradores, todos empolgados pelo fato de conseguir um desconto, entre produtos e serviços, que normalmente podem chegam até 90%.

A estimativa é de que mais de R$ 300 milhões foram movimentados somente em 2010 pelos sites de vendas coletivas. Um sucesso inquestionável. que continua a crescer.

(*) Elias Honn Jr. é jornalista e blogueiro.

O que fazer?
Nestes tempos de tanta perplexidade, desencanto, frustrações crescentes e desânimo generalizado, quando já sabíamos que a corrupção sempre grassou em...
Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande: atendimento integrado e humanizado
A CMB/CG/MS - Casa da Mulher Brasileira, inaugurada em 03 de fevereiro de 2015, representa o sonho da efetivação de uma política pública integrada e ...
Da urgência à eficiência
Por estes dias fui num cabeleireiro e ouvi um comentário sobre um cliente que lhe deve e não paga. Segundo este, o cliente culpa a crise econômica po...
Escravização, trabalho, imaginário e imprensa
A relação da imprensa com a abordagem do trabalho nunca foi tranquila. Isso porque a visão da mídia no campo do trabalho está muito associada ao aten...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions