A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

14/05/2011 07:06

Desenvolvimento sustentável e tecnologia

Por José Pimentel (*)

O desenvolvimento contínuo, longo e sustentável do Brasil está diretamente associado a nossa capacidade de avançar na área da ciência e tecnologia.

Um exemplo de sucesso é o trabalho da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que, no dia 26 de abril, completou 38 anos de existência.

Atualmente, com 47 unidades em todo o território nacional, a empresa mantém o compromisso de contribuir para aumentar a produção e a produtividade agropecuária brasileira, com sustentabilidade e menor custo.

Em todos os biomas brasileiros, a empresa pesquisa, desenvolve e transfere novas tecnologias para a agricultura familiar e para o agronegócio. Isso levou o país ao desenvolvimento acelerado de sua produção agrícola e, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a uma situação de quase autossuficiência em todos os produtos da cesta básica. Esse trabalho da Embrapa colaborou para que o Brasil entrasse no grupo dos maiores produtores mundiais de alimentos.

No ranking mundial, o país ocupa a liderança na produção de açúcar e café e a segunda posição em soja (grãos), carne bovina e etanol. Para este ano, a estimativa do Governo Federal para a safra agrícola é a colheita de 147,9 milhões de toneladas de grãos, números que só aumentam em comparação a 2003, quando o Brasil colheu 123,2 milhões. Houve ampliação do setor pela transformação dos processos e técnicas de produção, que hoje incorporam o conhecimento científico e tecnologias de ponta, consideradas entre as mais avançadas do mundo.

Para chegar a esse patamar, foi preciso uma longa caminhada e investimentos constantes do Governo Federal, como o Plano de Fortalecimento e Crescimento da Embrapa (PAC Embrapa). Com ele a Receita Líquida da Empresa cresceu 6,89% em 2010, chegando a R$ 1,94 bilhão - o maior investimento da história.

Esses investimentos contemplaram todas as unidades de pesquisa, inclusive a Embrapa Agroindústria Tropical, em Fortaleza, e a Embrapa Caprinos, em Sobral. A primeira desenvolve pesquisas de melhoramento genético, biologia vegetal e pós-colheita, que permite a melhoraria das condições de produção e conservação de frutas, flores e plantas ornamentais. A outra dirige sua atenção ao melhoramento genético e à inovação no manejo de caprinos e ovinos.

Por isso, a empresa conquistou o orgulho dos brasileiros. Um sentimento que tende a aumentar à medida que os resultados do seu trabalho levam o Brasil ainda mais adiante no desenvolvimento inclusivo e sustentável.

(*) José Pimentel é senador pelo PT-CE.

A bolha da saúde brasileira está prestes a explodir
A crise econômica e o crescente índice de desemprego da população brasileira refletiram diretamente no setor da saúde. Recente estudo revelou que mai...
Marchinhas do coração
Sei que existem as marchinhas preferidas do coração. São as do passado ou do presente, mas não é delas que quero falar, e, sim, do sofrido coração br...
Reforma da Previdência: aprofundando o deserto na vida dos trabalhadores
O cinema enquanto “sétima arte” muitas vezes busca retratar realidades cotidianas na telona. Não foi diferente o filme “Eu, Daniel Blake”, ganhador d...
O dilema das prisões brasileiras
No último mês de janeiro assistimos, estarrecidos, às rebeliões nos presídios de Manaus, Boa Vista e Natal. As cenas de corpos sem cabeças chocaram a...



Realmente a Embrapa é um exemplo de investimento em tecnologia que dá muito certo.
 
Angelo Mateus em 14/05/2011 08:37:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions