A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

30/03/2015 14:53

Homens x mulheres: o que cada um prioriza na hora de comprar um imóvel?

Germano Leardi Neto

As diferentes preferências de homens e mulheres também chegam ao mercado imobiliário. Diversas pesquisas apontam que, na hora de comprar a casa da família, cada gênero prioriza determinadas características da nova propriedade. De um modo geral, as mulheres são mais detalhistas com acabamento, estado de preservação e localização, enquanto os homens se preocupam mais com o valor do imóvel.

Segundo uma pesquisa da imobiliária norte-americana Prudential Real Estate, 39% dos homens casados assumem completamente a missão de avaliar preços e pesquisar as melhores opções de financiamento, enquanto 34% das mulheres casadas ficam com a responsabilidade de buscar imóveis de acordo com o bairro.

Como, décadas atrás, eram os homens que detinham o poder financeiro no núcleo familiar, muitos corretores se acostumaram a focar mais neles. Mas esse cenário mudou radicalmente. Muitas mulheres se tornaram chefes de famílias, ocupando altos cargos em grandes empresas, inclusive em imobiliárias. Atualmente, elas respondem por mais de 46% da população economicamente ativa (PEA) do Brasil, segundo o IBGE.

E tudo isso reflete diretamente no consumo. Ou você ainda não acredita que a decisão da mulher interfere na hora de comprar um imóvel? Pois bem, de acordo com os dados da Caixa Econômica Federal, quase 40% dos contratos de financiamento imobiliário foram assinados por mulheres em 2013.

Dentro desse novo contexto, o corretor de imóveis precisa passar informações conforme o perfil de cada cliente para fechar negócios mais rápido. Além disso, compreender exatamente as necessidades e as exigências de cada pessoa do casal diferencia um bom corretor dos demais. Em geral, os homens são mais ligados ao dinheiro e isso não fica restrito ao valor do imóvel. Eles avaliam, também, a taxa de condomínio e se preocupam em saber o potencial de investimento do imóvel. A questão da segurança é outro aspecto determinante para a decisão dos homens.

Quanto ao tamanho do imóvel, eles priorizam apartamentos com quartos, salas e varandas amplas. Já em casas, preferem quintais espaçosos. Com essas características bem definidas, os homens vão atrás e visitam apenas os imóveis compatíveis com as suas exigências.

Diferente dos homens, as mulheres se atentam mais aos detalhes de acabamento e com o estado de conservação do imóvel do que às características dele (tamanho, número de quartos, valor). Não tendo muito bem claro um tipo de imóvel bem definido, elas não ligam em conversar com muitas pessoas e fazer inúmeras visitas até encontrar um imóvel que lhe faça sentir bem a vontade. Pensando nas funcionalidades e praticidades da casa, elas não veem salas ou quintais espaçosos como diferenciais positivos.

Para o corretor de imóveis, cabe a responsabilidade de conversar tanto com o homem quanto com a mulher para descobrir as exigências deles. Assim, fica mais fácil oferecer um imóvel que se aproxima das preferências do casal.

*Germano Leardi Neto é diretor de relações institucionais de franqueadora imobiliáriais.

As lições a serem aprendidas com o lago do Parque das Nações Indígenas
“Nesta terra molhada”, após 5 meses com inúmeras iniciativas, do governo e sociedade, o lago artificial do Parque das Nações está voltando a produzir...
Gestão pública é o caminho contra a corrupção
A corrupção é pré-requisito do desenvolvimento, já dizia Gunnar Myrdall, Prêmio Nobel de Economia, em 1974. Ou seja, esse mal é algo comum e enraizad...
A virtude da temperança
Não haverá Paz duradoura enquanto prevalecerem privilégios injustificáveis, que desonram a condição humana, pela ausência de Solidariedade, que deve ...
MS: Um novo salto de desenvolvimento
A história de Mato Grosso do Sul não é uma linha reta. Ela vem sendo escrita, no curso do tempo, por diferentes protagonistas, por meio de um caminho...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions