A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

09/07/2014 08:33

Tempo e mudanças

Por Rosineia Oliveira dos Santos (*)

Quase toda mudança é evolucionária e não revolucionária. As coisas simplesmente levam tempo-quase sempre mais tempo do que imaginamos. Com o tempo se consegue resultados promissores. Somente com o tempo, se poderá alcançar o sucesso desejado. Os tempos de mudança são tempos de oportunidade.

Em um mundo dominado pela mídia e as tecnologias, a grande sensação que fica é de mudança, quaisquer que sejam as informações que estejam assolando sua mente, faça a diferenciação entre modificação real e aparente. Mudanças básicas e modismos podem interferir no comportamento, mas, lembre-se de que, na história do mundo, a maioria das coisas permanece constante.

Segundo Heidegger “esforçar-nos por compreender o ser temporalmente, assim como nossa própria vida só pode ser plenamente entendida no horizonte do tempo”. Somos tempo e somos história. Em suma: somos um projeto que somente pode ser compreendido de modo pleno no horizonte da interpretação que nos é oferecido pelo tempo.
Não subestime as pessoas. As coisas pelas quais esperamos são as que demoram mais para acontecer; as expectativas sempre viajam em velocidades mais altas.

Quando as relações entre pessoas e coisas estão se transformando, novas justaposições criam necessidades e desejos, oferecendo outras possibilidades. Fique de olho nas pessoas que agarram essas chances e fazem algo com elas.
Cuidado! só acrescente se puder subtrair.

Cada pedra lançada na água gera ondulações, cada tecnologia nova traz consequências que raramente são exploradas. Sempre que uma delas for lançada, adote como regra perguntar: o que será acentuado? O que será diminuído? O que será substituído? Que oportunidades ela oferece?

Não se obtêm resultados resolvendo problemas, mas explorando oportunidades.

A isso eu acrescentaria um aforismo de LaoTsé: “Para adquirir conhecimentos, inclua coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, descarte coisas todos os dias”.

Pensem!

(*) Rosineia Oliveira dos Santos, Professora no complexo de ensino Andreucci, Especialista em Psicologia Organizacional e-mail: olisanta@gmail.com

Imposto sindical e o fim da sua obrigatoriedade
O “imposto sindical”, assim denominado pela CLT no atual artigo 578, é uma contribuição obrigatória devida por todos aqueles que participarem de uma ...
Baile do desespero e do improviso
Quando começo uma visita hospitalar como palhaço, experimento um puro e sincero estado de desespero. Há 16 anos faço isso com certa frequência e, fel...
Carta aberta ao ministro Joaquim Barbosa
Em nome de milhões de brasileiros e brasileiras insisto na solicitação para que concorra à Presidência da República, em 2018. Precisamos de alguém co...
Qual é a diferença entre preço e valor?
Existe uma grande confusão entre os significados de valor e preço. São duas coisas completamente distintas no mundo das negociações. Quando se fala e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions