ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Ainda fora de controle, taxa sobe de 14 para 17 mortes por covid ao dia em MS

Foi o número mais alta da semana; já números de internado segue em queda

Por Ângela Kempfer | 15/09/2020 10:49
Morador de Campo Grande faz teste rápido da covid. (Foto: Kisie Ainoã)
Morador de Campo Grande faz teste rápido da covid. (Foto: Kisie Ainoã)

O quadro está longe de ser tranquilo em Mato Grosso do Sul, avalia a Secretaria Estadual de Saúde sobre o coronavírus. No Boletim Epidemiológico desta terça-feira (15), outras 21 mortes são registradas, número superior ao divulgado ontem e o maior das últimas semanas.

A média dos últimos 7 dias subiu, de 14 para 17 óbitos, variação preocupante. A taxa móvel de contaminados também cresceu para 847 casos novos por dia, na terça-feira passada eram 649 a cada 24 horas.

Durante live desta manhã, o secretário reclamou das novas medidas de flexibilização anunciadas pelas prefeituras. Em Campo Grande, por exemplo, cinemas, shows e festas devem voltar a partir de 28 de setembro.

"A tendência é que, se tiver esse afrouxamento nos município, nós vamos persistir por semanas, talvez por meses, quadro alto de internações e óbitos", alertou o secretário de Saúde Geraldo Rezende.

Na Capital hoje, são mais 413 contaminados e 9 sepultamentos em decorrência da covid-19.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A letalidade segue alta no Estado, no patamar de 1.8. A Capital ainda é recordista, com 468 moradores mortos desde o início da pandemia. Porém, a maior taxa de letalidade é de Corumbá (3,5%), que soma 117 sepultamentos.

A taxa de contágio varia muito pouco para baixo. Passou de 1.12 no início do mês para 1.08 nesta terça. "É um decréscimo diminuto. Temos e baixar para menos de 1", diz Geraldo. Só então, a curva de infecções deve começar a cair.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Mas o número de internados continua relativamente baixo. Depois de ultrapassar 550, nesta terça são  462 pessoas hospitalizadas, 209 na UTI.

Ontem, Campo Grande apresentou o índice mais alto dos últimos dias em ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva, com 79%. Hoje, a realidade melhorou, com 72%. A prefeitura tem dito que a flexibilização, como volta de eventos, deve ocorrer com lotação de até 70%. Então, a cidade tem até dia 28 de setembro para alcançar esse patamar.

Veja a evolução de novos casos e mortes dos últimos 7 dias:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário