ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Apesar de cadastro de reserva, candidatos fazem prova otimistas com contratação

TJMS não divulgou previsão de convocação para os candidatos aprovados

Por Fernanda Palheta e Clara Farias | 12/05/2024 12:51
Inscritos no concurso do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul entrando na Escola Estadual Dona Consuelo Muller para fazer a prova neste domingo (12)(Foto: Henrique Kawaminami)
Inscritos no concurso do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul entrando na Escola Estadual Dona Consuelo Muller para fazer a prova neste domingo (12)(Foto: Henrique Kawaminami)

Mesmo sem previsão para a convocação dos candidatos aprovados, o concurso do TJMS (Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul), realizado neste domingo (12), é considerado uma boa oportunidade para os inscritos que disputam uma vaga no cadastro de reserva do órgão.

O servidor público municipal Freds Aparecido Rodrigues, de 42 anos, mora no Indubrasil e percorreu 22 quilômetros para fazer a prova na Escola Estadual Dona Consuelo Muller, no bairro Jardim Jacy. Ele está disputando vaga para analista judiciário, que tem salário base de R$ 7.148,00.

"Mesmo que seja para cadastro de reserva esse concurso é bom porque tem a validade de dois anos e pode ser prorrogado por mais dois anos, então a chance de ser chamado é boa", explica.

Concurso do TJMS é o 11º que o servidor público municipal, Freds Aparecido Rodrigues, de 42 anos, faz em busca de uma vaga (Foto: Henrique Kawaminami)
Concurso do TJMS é o 11º que o servidor público municipal, Freds Aparecido Rodrigues, de 42 anos, faz em busca de uma vaga (Foto: Henrique Kawaminami)

O concurseiro, que está fazendo o 11º concurso, acredita que a prova será difícil por ser uma vaga de nível superior, mas se preparou para o certame. "Estou há quatro meses me preparando para essa prova, mas sou concurseiro há bastante tem, concurso é assim, a gente não estuda para passar, a gente estuda até passar", completou Rodrigues.

Já para o vendedor Anderson Magalhães, de 42 anos, o concurso é uma boa oportunidade pois busca estabilidade. Ela conta que já prestou alguns concurso, mas seleciona antes de se inscrever. "Estou há cinco meses me preparando para a prova. Esse eu também escolhi por causa da área e do salário", afirma.

Com mais de candidatos, o certame irá formar um Cadastro de Reserva para os cargos de Analista Judiciário e Técnico de Nível Superior da estrutura funcional do Poder Judiciário do Estado de MS. A média é de 30 inscritos por vaga.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias