ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  03    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Apesar de chuva e frio, população pode se preparar para dias de estiagem e calor

Queda na temperatura verificada hoje é reflexo de massa polar presente no sul do País e não vai ficar por muito tempo

Por Tainá Jara | 14/07/2020 16:02
Calor deve e estiagem voltam em breve, conforme previsão (Foto: Henrique Kawaminami)
Calor deve e estiagem voltam em breve, conforme previsão (Foto: Henrique Kawaminami)

Os dias de frio e temperaturas amenas estão próximos do final, neste ano, em Mato Grosso do Sul, de acordo com o meteorologista Natálio Abraão. Em compensação, a estiagem deve se intensificar nos meses seguintes, como é de costume.

A queda de temperatura, acompanhada de chuvas isoladas, verificadas em municípios do centro-sul do Estado e também em Campo Grande, nesta terça-feira, é reflexo de massa polar que paira nos estados da região sul do País, como Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Segundo Abraão, as mínimas chegaram a atingir os 4°C.

“Esta massa polar no sul do continente pode atingir a extremidade do Estado, podendo pegar os municípios de Amambai, Paranho, Sete Quedas, Eldorado, Dourados e Ponta Porã”, explicou.

A tendência, no entanto, é que dias com baixas temperaturas sejam cada vez menos frequente. “Na primeira semana de agosto, haverá uma queda de temperatura podendo atingir até 8°C. Daí para frente, a previsão é de que não haverá mais chuva e a temperatura vai subir”, explica.

Os últimos 12 dias sem chuva, na Capital, indicam o prolongamento da estiagem. Conforme o meteorologista, valores entre baixa umidade relativa do ar entre 30% e 35% podem ser verificadas a partir de amanhã, apesar de chuva de hoje, mas a tendência é que se intensifique a partir do próximo domingo.


Confira a Galeria de Imagens: