ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Aprovada 1ª vacina de proteção da síndrome respiratória em bebês

Imunizante recebeu aval da Anvisa para comercialização no país; vacinação é destinada a mulheres grávidas

Por Gustavo Bonotto | 01/04/2024 23:25
Profissional de saúde prepara curativo após aplicar vacina em mulher. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Profissional de saúde prepara curativo após aplicar vacina em mulher. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, nesta segunda-feira (1º), a primeira vacina que protege bebês contra o vírus sincicial respiratório, causador de infecções no trato respiratório, com destaque para a bronquiolite.

Nomeada de Abrysvo, o medicamento é produzido pela empresa Pfizer e deve ser aplicado em mulheres grávidas durante o terceiro trimestre da gestação. Isso significa que, para a proteção das crianças, a aplicação da vacina deve ser feita nas mães. A vacina não é aplicada diretamente nos bebês.

Considerada bivalente, pois é composta por dois antígenos da proteína de superfície F do VSR, a administração é intramuscular e o esquema posológico envolve a aplicação de uma única dose.

Na nota enviada à imprensa, a agência justifica que já havia autorizado o registro da vacina Arexvy (GlaxoSmith Kline), também destinada à prevenção de doenças causadas pelo VSR, porém com indicação restrita à população com idade superior a 60 anos.

Também foi autorizado o seu uso na prevenção da doença do trato respiratório inferior causada pelo VSR em indivíduos com 60 anos ou mais, população também considerada de risco.

"Ainda assim, a totalidade das evidências apresentadas à Anvisa foi capaz de demonstrar que os benefícios da vacina são superiores aos seus riscos. Foi também comprovada sua eficácia, segurança e qualidade nos termos da Resolução RDC n° 55/2010, que trata do registro de produtos biológicos", destaca a nota técnica.

Receba as principais notícias do Estado pelo celular. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News no WhatsApp e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias