ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Avanço na vacinação vai alterar regras do Prosseguir, avisa governo

Hoje, 75,41% da população está vacinada com a primeira ou única dose e 42,16% com a segunda

Por Lucia Morel e Gabriela Couto | 26/07/2021 11:12
Mulher observa dose de vacina que vai receber. (Foto: Arquivo)
Mulher observa dose de vacina que vai receber. (Foto: Arquivo)

Novas regras do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia) serão definidas hoje pelo Governo do Estado para anúncio amanhã, às 9 horas. Mato Grosso do Sul deverá adotar medidas diferentes das atuais frente ao quadro da covid-19 proporcionado pelo avanço da vacinação.

Mas uma das definições já foi divulgada. A partir de amanhã, toda semana haverá uma live nas redes sociais, no Facebook, para dar transparência aos dados.

Reunião hoje à tarde, segundo o secretário estadual de infraestrutura e pré-candidato ao governo de MS em 2022, Eduardo Riedel, vai analisar as possibilidades de adoção de novos parâmetros para a pandemia no Estado diante do índice de vacinação já alcançado.

Hoje, conforme dados da plataforma Mais Saúde, da meta de 90% (2.081.761) da população vacinada, MS já atingiu 75,41% (1.569.821) com a primeira ou única dose e 42,16% com a segunda ou única dose (648.613).

“Vamos discutir todas as possibilidades de novas regras frente ao índice de vacinação. Vamos definir novos parâmetros, é um novo momento”, disse Riedel. Sobre o “passaporte”, que seria a comprovação de vacinação para participação em eventos, por exemplo, o secretário informou que o tema não será discutido no encontro de hoje.

Para o prefeito Marquinhos Trad (PSD), possíveis flexibilizações na Capital devem ocorrer apenas semana que vem. “Vou aguardar a próxima reunião do grupo técnico, porque é na outra semana que vencem os 15 dias. É preciso analisar o momento, o crescimento (da doença) e a taxa de ocupação de leitos”, afirmou.

As declarações ocorreram esta manhã, em agenda na Caixa Econômica Federal, em que o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), assinou a liberação de R$ 7,8 milhões para concluir a construção de 150 casas populares para moradores da comunidade Cidade de Deus, em Campo Grande. A prefeitura da Capital entrará com R$ 1,3 milhão.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário