A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019

19/10/2019 12:28

Baixa cobertura vacinal contra sarampo atinge 50 municípios de MS

Meta de 95% de imunização nos 79 municípios do Estado é critério para receber recurso extra do Ministério da Saúde

Tainá Jara
Dia D da vacinação contra o sarampo ocorre neste sábado  (Foto: Kisie Ainoã)Dia D da vacinação contra o sarampo ocorre neste sábado (Foto: Kisie Ainoã)

A baixa cobertura vacinal contra o sarampo atinge mais da metade dos municípios de Mato Grosso do Sul. Conforme os dados do mês de julho, divulgados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta semana, 50 cidades estavam abaixo da meta de 95% estabelecida como ideal pelo Ministério da Saúde. Caso a situação não melhore durante campanha de vacinação, o Estado pode ficar sem recursos extras do governo Federal.

Tacuru, distante 427 quilômetros de Campo Grande, é o município com a menor cobertura do Estado, de 33,6%. O município de Jateí tem cobertura vacinal de 227,78%. É a maior do Estado. Os números são relativos vacinação de rotina da 1º dose da tríplice viral.

Também estão imunizadas de forma adequada a população das cidades de Alcinópolis, Antônio João, Bandeirante, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Camapuã, Campo Grande, Caracol, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Douradina, Eldorado, Figueirão, Guia Lopes da Lagunas, Iguatemi, Ivinhema, Jaraguari, Juti, Mundo Novo, Nioaque, Novo Horizonte do Sul,Paranhos, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso e Sete Quedas.

Os 79 municípios de Mato Grosso do Sul precisam atingir os 95% da cobertura vacinal contra o sarampo, entre crianças de até 12 meses, para receber R$ 2,6 milhões do Ministério da Saúde para reforçar ações de atenção básica e imunização.

Metade do recurso, R$ 1,3 milhões já está garantida e deve ser encaminhada ao Estado nos próximos 30 dias. O restante depende do esforço dos municípios. A apuração das duas metas será realizada a partir de 2 de dezembro de 2019, após o encerramento da segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, em 30 de novembro, sendo o recurso repassado na competência financeira seguinte ao encerramento.

Conforme a SES, no ano passado, a cobertura vacinal contra sarampo no Estado foi de 99,63%, totalizando 157.502 doses. A meta foi ultrapassada em 75 cidades, sendo que 51 municípios atingiram cobertura de 100% em 2018. Apenas os municípios de Brasilândia (91,96%), Campo Grande (93,67), Jaraguari (94,21%) e Terenos (92,92) ficaram abaixo do índice estabelecido. Neste ano, até o momento a cobertura é de 83,54% no Estado.

Casos - Em 2019, dos 81 casos suspeitos de sarampo em Mato Grosso do Sul, 31 já foram descartados e dois foram confirmados, 48 continuam em investigação.

Os casos confirmados de sarampo tratam de um paciente de 52 anos, residente em Três Lagoas e que no seu período de transmissibilidade estava no estado de Guararema (SP), e criança de apenas 10 meses, residente do município da Capital.

A criança visitou familiares na capital paulista de 01 a 05 de agosto e começou a apresentar sintomas dia 16 de agosto. Foi ao Hospital São Lucas no dia 19 de agosto onde houve a suspeita de sarampo.

Campanha - Lançada no início deste mês, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo prioriza dois grupos. O primeiro vai de 7 a 25 de outubro e imuniza crianças de 6 meses a menores de 5 anos, com o dia D de vacinação em 19 de outubro. Já o segundo grupo, previsto para iniciar em 18 de novembro, será direcionada para adultos entre 20 e 29 anos que ainda não atualizaram a caderneta de vacinação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions