ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Bandidos caçados em operação roubaram R$ 30 mil, armas e celulares de empresa

Operação com uso de helicóptero nesta segunda-feira tenta localizar os fugitivos, que abandonaram carro

Por Marta Ferreira | 28/09/2020 17:10
Viaturas da PRF no posto Carretão, perto de onde bandidos fugiram. (Foto: Paulo Francis)
Viaturas da PRF no posto Carretão, perto de onde bandidos fugiram. (Foto: Paulo Francis)

Os bandidos que cometeram assalto em Ponta Porã nesta segunda-feira (28) e fugiram em direção a Campo Grande levaram R$ 30 mil, armas e celulares do escritório de empresa especializada em poços artesianos. Também fizeram duas vítimas, o dono da firma, de 50 anos, e um funcionário, que chegaram a ser rendidos.

Para caçar os ladrões foi formada força-tarefa com uso de helicóptero e policiais militares, civis e rodoviários federais. Eram três homens, um deles ex-funcionário.

A reportagem do Campo Grande News apurou que foram recuperados dinheiro e armas, parte achada no meio do mato, em Jaraguari.

Ameaça - Segundo as informações do site Porã News, o roubo aconteceu de manhã. Durante o crime, os bandidos ameaçaram matar toda a família do empresário caso eles fossem denunciados. Um criminoso dava cobertura para a dupla que chegou e saiu do local em um Sandero com placas de Minas Gerais, segundo as informações.

O veículo foi abandonado na altura de Jaraguari, município cortado pela BR-163, onde o trio foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal, perto do posto Carretão.

Equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Sequestros e Assaltos), Bope (Batalhão de Operações Especiais) e Grupo Aéreo da PM, além de homens da Polícia Rodoviária Federal, participam das buscas ao trio.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário