ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Campo Grande News comemora 24 anos com “cantinho” na biografia de muita gente

Mais importante patrimônio acumulado é o fazer parte da vida de milhões de leitores

Anahi Zurutuza | 04/03/2023 07:01
Maior portal de notícias de MS foi repaginado em 2020. (Foto: Thiago Mendes)
Maior portal de notícias de MS foi repaginado em 2020. (Foto: Thiago Mendes)

Neste sábado, 4 de março de 2023, iniciamos mais um ano de Campo Grande News. São mais de duas décadas contando histórias. Narramos despedidas, saudades, ciclos que chegaram ao fim. Pela combinação palavra e imagem, seja na tela do computador ou do celular, estampamos alegrias, conquistas e recomeços.

Entregar a informação bem apurada em primeira mão, escancarar o errado e mostrar o bom exemplo exige a união de esforços dos, hoje, mais de 50 profissionais, entre jornalistas, publicitários, motoristas e trabalhadores das áreas técnica e administrativa.

Portanto, também nos bastidores da notícia, são os encontros e reencontros que fazem o Campo Grande News ser referência, e prova disso são as idas e vindas dos profissionais comprometidos com o bom jornalismo. Alguns vieram ter os próprios recomeços por aqui, como Maristela Brunetto, que decidiu encerrar a carreira no que já era o maior jornal on-line de Mato Grosso do Sul, em 2008, e agora, 15 anos depois, está de volta.

“Em janeiro de 2008, decidi me desligar da chefia do Campo Grande News e do jornalismo para me dedicar ao Direito. Último ano de faculdade, um desejo de investir na nova profissão e a oportunidade de trabalhar no Judiciário. Saí muito certa da minha escolha”, revela Maristela.

Em 2020, porém, como para o mundo, tudo mudou para a jornalista. “Veio a pandemia, morava em outro estado e ainda assim, pedi para participar da cobertura do Campo Grande News [sobre o surgimento da covid-19], porque sabia que era algo que mudaria a nossa vida, como numa guerra. No meu caso, me reaproximou do jornalismo, da urgência da informação bem prestada, de ajudar as pessoas a atravessar algo tão desafiador. Fiquei com isso na cabeça, li muito sobre fake news, sobre as mudanças políticas no mundo, me reconectei com a informação”.

A jornalista Maristela Brunetto ao lado de Simão Nogueira, um dos primeiros colaboradores do Campo Grande News. (Foto: Arquivo pessoal)
A jornalista Maristela Brunetto ao lado de Simão Nogueira, um dos primeiros colaboradores do Campo Grande News. (Foto: Arquivo pessoal)

Maristela voltou a fazer parte deste time, efetivamente, em janeiro deste 2023. “Exatamente quando amadurecia a ideia de voltar à reportagem, surgiu o convite para o retorno ao Campo Grande News. Encontrar jovens de outras gerações, com vivências diferentes, me deixou com uma sensação de que recomeçava do zero, como uma ‘foca’ [jargão das redações], pela primeira vez na reportagem”.

Não havia lugar melhor para que ela pudesse dar sua contribuição ao mundo, comenta a jornalista. “Embora ainda esteja reaprendendo, sinto uma vitalidade imensa em ouvir relatos, dar voz a pessoas comuns, que era uma das coisas que mais me encantava no jornalismo, o poder transformador que ele tem. E esse encontro de gerações com os colegas me enriquece muito, aprendo sobre o que aconteceu nos muitos anos em que eu estava entre livros”, descreve.

Afonso Benites, ex-Campo Grande News; hoje, jornalista na CNN Brasil. (Foto: Arquivo pessoal)
Afonso Benites, ex-Campo Grande News; hoje, jornalista na CNN Brasil. (Foto: Arquivo pessoal)

Na biografia de outros profissionais, o Campo Grande News está registrado como o começo de tudo, como no caso de Afonso Benites, hoje gerente-executivo de conteúdo na CNN Brasil, em Brasília.

Foi uma de minhas primeiras casas no jornalismo e foi fundamental para a minha formação. Tenho orgulho em dizer que fui pauteiro e repórter no portal que sempre foi referência no jornalismo sul-mato-grossense. Foi nesse veículo que aprendi a apurar e escrever com agilidade, assim como lidar com a pressão natural da profissão. Para mim, foi uma baita escola", diz Afonso.

Graciliano Rocha, colunista do UOL em São Paulo, foi um dos primeiros a acreditar no fazer jornalismo pela internet, quando a própria rede mundial ainda era incipiente, aposta alta feita pelo também jornalista Lucimar Couto, diretor do portal de notícias. “Trabalhei no Campo Grande News no início dos anos 2000. Foi uma das melhores experiências que tive na carreira”, conta.

Graciliano Rocha, colunista do UOL, também já trabalhou por aqui. (Foto: Arquivo pessoal)
Graciliano Rocha, colunista do UOL, também já trabalhou por aqui. (Foto: Arquivo pessoal)

Para o jornalista da maior empresa brasileira de conteúdo on-line, o portal sul-mato-grossense é sim inspiração, principalmente no que diz respeito à responsabilidade em lidar com a informação.

A redação sempre foi muito ágil para apurar o que estava acontecendo, com muito critério para separar o que era notícia e o que era ‘espuma’. Quando havia algum erro de informação, sempre era corrigido de maneira rápida e transparente. Acho que grande parte dos veículos de comunicação do Brasil tem muito a aprender com a maneira como o Campo Grande News faz as coisas”, relatou Graciliano.

Tecnologia – Nestes mais de 20 anos, o investimento em novas tecnologias sempre foi e é aliado da produção do bom conteúdo. Leandro Farias, empresário do ramo de tecnologia da informação e desenvolvedor do site, explica que o objetivo da vigilância e das mudanças aplicadas no sistema do portal é “nunca” sair do ar, mesmo diante do crescimento constante nos acessos, e tornar a navegação mais rápida e fácil para o leitor.

A última grande mudança na plataforma on-line foi feita em 2020, para os 21 anos do Campo Grande News. “De lá pra cá, a gente vem sempre fazendo atualizações no sistema e dos subsistemas, para, principalmente, atender os leitores, acelerando o acesso e integrando novas tecnologias”, pontuou Leandro.

Líder consolidado – Se o arrojo foi o pontapé do projeto, a permanência por 24 anos na liderança no mercado consumidor de notícias também comprova que o Campo Grande News vem sendo testado e aprovado pelo leitor.

Em 2022, o portal teve mais de 270 milhões de visualizações e foi acessado por quase 30 milhões de internautas diferentes. O recorde mensal de acessos – 41 milhões – aconteceu em mês de cobertura da pandemia, exemplo de que quando é preciso diferenciar o que é fato do que é “fake”, o Campo Grande News é a escolha do leitor.

Antes disso, o melhor desempenho em pageviews da história do jornal – 31 milhões – havia sido em outubro de 2018, mês de eleições no Brasil, o que nos leva a outra amostra desta realidade. Em 2 de outubro do ano passado, quando o Brasil polarizado voltou às urnas, o portal teve mais de 4 milhões de acessos, o que corresponde a quase cinco vezes a média de leituras em dias, digamos, “menos quentes”.

Isso demonstra o quão importante o Campo Grande News é quando alguém quer a informação certa”, conclui Samuel Echeverria, diretor administrativo do portal.

Para Kenneth Corrêa, diretor de estratégia da 8020 Marketing, o topo é a recompensa do pioneirismo. “Um ponto importante é que o Campo Grande News sempre cuidou muito de perto as métricas. Sempre se preocupou com o ‘como estamos indo’ e ‘como podemos ser melhores’. Sempre se reinventou, com o reposicionamento da marca, a troca plataforma tecnológica, para corresponder às expectativas e fidelizar o leitor”.

A liderança é medida com base em dados comprovados pelo IVC (Instituto de Verificação de Circulação), mas números não são apenas números. Eles são a demonstração de que o mais importante patrimônio acumulado pelo Campo Grande News desde 1999 é fazer parte da vida de tanta gente.

Nos siga no Google Notícias