ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 16º

Cidades

Com "105%" dos leitos de UTI covid ocupados, MS vive a pior crise do país

Estatística é baseada em dados divulgados por secretarias de saúde e foi divulgada pela CNN Brasil, nesta 6ª

Por Liniker Ribeiro | 12/03/2021 16:15
Rotina em leito de UTI, na Capital; MS tem a pior taxa de ocupação do país (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Rotina em leito de UTI, na Capital; MS tem a pior taxa de ocupação do país (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

Números da SES (Secretaria Estadual de Saúde) indicam que Mato Grosso do sul vive o pior momento da pandemia do novo coronavírus, há pelo menos uma semana, quando recordes de casos e, principalmente, internações, foram batidos. O cenário perturbador, com 821 internações por covid-19, atualmente, e taxa de ocupação de leitos de UTI destinados a paciente em tratamento da doença acima dos 100%, MS sustenta o título de Estado com a pior crise do país, em um ano de pandemia.

O levantamento é da CNN Brasil, conforme números divulgados, na manhã de hoje. A publicação considera dados divulgados ontem pela SES, que indicavam 101% de ocupação de leitos de UTI covid, no Estado, mas, atualização dos números, feita nesta sexta-feira (12), indica que o cenário é ainda pior, com 105% de ocupação de leitos adultos de covid.

Conforme balanço publicado pelo veículo de comunicação, com base em dados de secretarias de saúde, o Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e outros 17 Estados somam ocupação em leitos de UTI acima dos 80%. Rondônia, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Santa Catarina, Goiá, Pernambuco e o Paraná são outros em situação crítica, com 99,6%, 97,9%, 96,43%, 96,3%, 96,05%, 95% e 95% de ocupação, respectivamente.

É a região Centro-Oeste do país, inclusive, que apresenta o pior cenário da doença. Além de MS, MT e Goiás, o Distrito Federal possui, conforme o balanço, 95,44% de ocupação de leitos de UTI covid.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário