ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 11º

Cidades

Com igreja fechada, fiéis experimentam outra forma de celebrar Domingo de Ramos

Além de missas online, os fieis colocaram ramos nas portas e montaram altares para receber as bençãos, sem sair de casa

Por Rosana Siqueira e Viviane Oliveira | 05/04/2020 08:51
Fiéis colocaram ramos na entrrada das casas em Campo Grande (Direto das Ruas)
Fiéis colocaram ramos na entrrada das casas em Campo Grande (Direto das Ruas)

O Domingo de Ramos, celebração tradicional que antecede a Páscoa este ano está tendo um significado diferente para os católicos em Campo Grande.

Sem poder sair de casa ou se reunir em missa, onde normalmente se leva um ramo para ser abençoado durante a celebração, muitos fizeram uma corrente via internet e estão colocando as plantas na porta das casas. Seja em apartamentos de grandes condomínios, até residências e casas térreas a colocação de ramos está por toda a cidade.

No Vitalittá, condomínio com mais de 700 apartamentos e quase 2 mil moradores na Vila Margarida, muitas portas amanheceram com arranjos de plantas e laços coloridos.

De acordo com informações de leitores do Direto das Ruas na paróquia Santo Afonso e em várias paróquias da Capital, os fies estão colocando também os ramos em frente a suas casas, e montando altares em suas casas para celebrarem o Domingo.

A celebração, segundo a Igreja Católica, marca a entrada da Semana Santa, com a lembrança da chegada de Jesus a Jerusalém em seus últimos dias de vida terrena. As comunidades costumam levar ramos de palmeiras e oliveiras para celebrar a Entrada Triunfal de Jesus. "Cantamos: Bendito o que vem em nome do Senhor. N'ele encontramos a nossa salvação".

A festa comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, um evento da vida de Jesus mencionado nos quatro evangelhos canônicos. Diz a tradição que Jesus teria entrado pela porta dourada de Jerusalém.

No Santuário de Perpétuo Socorro, ramos foram espalhados pela igreja, para missa pela internet. (Foto: Marcos Maluf)
No Santuário de Perpétuo Socorro, ramos foram espalhados pela igreja, para missa pela internet. (Foto: Marcos Maluf)

Missa online - A Igreja do Perpétuo Socorro vai transmitir missa virtual pelo Facebook e site a partir das 10 horas. De acordo com informações da igreja, somente o padre e a equipe de transmissão ficarão no momento da celebração. Após a missa, a partir das 11 horas, os fieis poderão entrar no local aos poucos e buscar os ramos de forma controlada e fazer orações.

A Perpétuo orienta os fieis a montarem um pequeno altar durante a missa com Bíblia, vela e santos de devoção. Além disso que seja colocada uma cruz na janela com ramos e ainda cada morador tenha um ramo nas mãos para se abençoado durante a celebração.

Para acompanhar a missa clique aqui.

Waldemar Franscico de Carvalho mantém promessa feita há 26 anos e reza na porta da igreja. (Marcos Maluf)
Waldemar Franscico de Carvalho mantém promessa feita há 26 anos e reza na porta da igreja. (Marcos Maluf)

Mantendo a promessa - Mesmo com as regras de manter as portas fechadas nas igrejas, muitos fieis levaram seus ramos para serem abençoados na Perpétuo Socorro. Uma cena que chamou a atenção nesta manhã foi a de um homem ajoelhado em frente a Porta da Misericórdia, fechada em tempos de corona.

Muito emocionado, Waldemar Francisco de Carvalho, 66 anos, fazia suas orações, cumprindo uma promessa feita há 26 anos. "'Minha esposa teve um acidente de moto e entrou em coma. Fiz uma promessa que se ela sarasse eu viria cumprir meus votos" conta ele, lembrando que assim que inicou as orações a mulher saiu do coma e junto com ele cumpre a promessa. "Hoje ela não pode vir por causa da isolamento. Mas eu sempre venho e é de cortar o coração ver a porta da frente fechada", afirmou. Mesmo assim ele entende a necessidade destas medidas e a importância de evitar aglomerações.

Valdir Pasa, de 67 anos e a esposa tabém levaram os ramos para a benção nesta manhã. "Diante desta pandemia, a espeança é orar", salientou lembrando que no local havia respeito à distância entre os fieis e nenhum tipo de aglomeração.

O padre Reginaldo Padilha, que iria ministrar a missa da manhã na Perpétuo destacou que hoje haverá distribuição da comunhão também das 16 às 18 horas. Na quarta-feira, dia da tradicional Novena, a distribuição será das 6 às 9 horas, das 14 às 16 horas e das 18 às 19 horas.

Confira a Galeria de Imagens: