ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Com MS na rota, Aneel aprova leilão de linhas de transmissão para 2024

Novas linhas de transmissão serão para atender à demanda e escoar a energia solar e eólica gerada no Nordeste

Por Gabriel de Matos | 21/11/2023 16:27
Linhas de transmissão de energia elétrica terão objeto de escoar produção do Nordeste (Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)
Linhas de transmissão de energia elétrica terão objeto de escoar produção do Nordeste (Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta terça-feira (21) o edital para contratação de novas linhas de transmissão e subestações de energia elétrica. O valor previsto para o leilão é de R$ 18,2 bilhões. Com 15 lotes e Mato Grosso do Sul na rota, ele está previsto para 28 de março de 2024.

As novas linhas de transmissão serão para atender à demanda e escoar a energia solar e eólica gerada na região Nordeste do Brasil. O edital ainda não foi divulgado no DOU (Diário Oficial da União) e depende do aval do TCU (Tribunal de Contas da União).

Conforme informações do portal Valor Econômico, a previsão para a divulgação é para fevereiro de 2024. A Aneel prevê ainda a realização de obras civis e instalação dos novos equipamentos de rede em 14 Estados. Além de Mato Grosso do Sul, estão na lista Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

A construção das novas estruturas tem previsão de gerar 35 mil empregos diretos e indiretos. Os projetos totalizam a extensão de 6.464 quilômetros de rede básica, com acréscimo de 9.200 megavolt-ampere.

Neste ano, a Aneel fará leilão de três lotes também para escoar a oferta de energia elétrica e eólica da região Nordeste. O investimento estimado é de R$ 21,7 bilhões. No entanto, não tem empreendimentos previstos em Mato Grosso do Sul.

Os lotes envolvem a construção de nove empreendimentos em cinco estados – Goiás, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo e Tocantins. Os prazos de construção variam entre 60 e 72 meses.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias