ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Depois de 15 dias, Detran retoma atendimento presencial em 43 cidades

Agências do Detran tiveram atendimento suspenso por conta das medidas mais restritivas do Prosseguir

Por Ana Paula Chuva | 24/06/2021 13:58
Fachada do Detran em Campo Grande. (Foto: Silas Lima | Arquivo)
Fachada do Detran em Campo Grande. (Foto: Silas Lima | Arquivo)

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) retoma nesta sexta-feira (25) o atendimento presencial em 43 cidades do Estado, após 15 dias de fechamento em razão das medidas mais restritivas de prevenção à covid-19 por conta da classificação das bandeiras no Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia) do dia 9 de junho.

De acordo com a gerente regional do Detran, Laiza Machado, todos os atendimentos que estavam agendados até o último dia 14 de junho serão realizados conforme comunicado enviado por telefone, SMS ou e-mail.

“Ninguém vai ficar sem atendimento, estamos preparando três sábados consecutivos de mutirão para colocar em dia qualquer situação que possa ter sido atrasada em função deste período de fechamento”, afirmou a gerente.

No entanto, ainda há prazos suspensos por tem indeterminado, por isso, os serviços como transferência de veículos adquiridos desde 24 de fevereiro deste ano, o registro de veículos novos comprados desde 11 de março deste ano, defesa de autuação e recurso de multas, indicação de condutor infrator e recurso de suspensão de cassação de CNH, todos com prazo de 26 de março de 2021, seguem suspensos.

Além disso, habilitações vencidas em março de 2020 ainda estão válidas e o prazo para regularização segue suspenso por tempo indeterminado. Os donos de veículos apreendidos durante os dias de suspensão dos atendimentos têm uma semana para quitar os débitos e fazer a retirada com o abono desses dias. Quem não procurar o órgão no prazo não terá direito ao abono.

Segundo o diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, o fechamento ocorreu no momento em que era necessário mas o trabalho interno não foi interrompido e agora, os serviços presenciais voltam e gradativamente as coisas vão voltando a sua normalidade.

“Sem esquecer da importância de mantermos o distanciamento e todas as medidas necessárias para conter os avanços da doença em nosso Estado”, disse.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário