ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Dez leitos de UTI começam a funcionar na próxima semana

Os respiradores necessários chegam hoje ao Estado, segundo a Secretaria de Saúde

Por Lucia Morel e Tainá Jara | 27/03/2020 17:19

Os dez leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) previstos para reforçarem o quadro de tratamento intensivo para casos graves do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul devem começar a operar, no máximo, até a próxima semana. Eles reforçam os 515 já existentes no Estado, mas estão bem abaixo do previsto para o enfrentamento à Covid-19, que é de novos 247.

Em transmissão ao vivo pela internet para informar os dados atualizados da doença em Mato Grosso do Sul, o secretário de estado de saúde, Geraldo Rezende, informou que ainda hoje, dez respiradores chegam a MS encaminhados pelo governo federal.

“Estamos agora tendo a boa notícias que os primeiros 10 leitos de UTI que foram encaminhados pelo Ministério da Saúde já vão ser colocados no avião e deveram chegar nas próximas horas no MS. Esses 10 leitos iniciais nos vamos colocar dentro do HR, aqui em Campo Grande”, comentou Resende.

Como medida para enfrentamento à doença, o governo do Estado prevê novos 247 leitos hospitalares, sendo pelo menos 142 de UTI, para complementar os 515 já existentes na rede pública estadual. Do total, 100 devem ser no HR.

Segundo a pasta, “tão logo os equipamentos cheguem, a empresa montará e estará pronto para funcionamento na semana seguinte”.

Na live, o secretário ainda destacou que há esforço para mais leitos, tanto de UTI quanto de enfermaria para cidades do interior e que, para isso, “estamos trabalhando em parceria com os secretários municipais, principalmente dos municípios sede das regiões de saúde de MS: Corumbá, Três Lagoas, Dourados e Campo Grande para prover o número suficiente de leitos para não ficar ninguém sem assistência hospitalar”, afirmou.

Além disso, Resende reforçou que “também estamos avançando nos municípios sede de microrregiões para que também a gente tenha condições de atendê-los no sentido de disponibilizar equipamentos nos casos necessários”.

Durante a transmissão, o secretário informou que duas cidades onde não havia registro de casos confirmados de Civid-19 em Mato Grosso do Sul, entraram na lista: Bataiporã e Rio Verde. Mais um caso foi registrado Na Capital e agora são 28 em todo Estado. Até ontem, era 25.

Segundo o boletim diário, há 5 pessoas internadas. No total, são 427 casos notificados, 51 deles ainda em investigação. Até hoje, 337 casos foram descartados e 11 excluídos.

NOVO QUADRO – Resende informou ainda na live que na transmissão de amanhã será repassado o novo panorama de distribuição de equipamentos e serviços para o enfrentamento ao novo coronavírus. Será informado “onde vão estar disponibilizados tanto os hospitais como os equipamentos que a gente conseguiu adquirir”.

TESTES RÁPIDOS – Ainda sem resposta e no aguardo, o governo do Estado espera o envio de testes rápidos para diagnóstico da doença por parte do Ministério da Saúde. Já certo está que MS vai receber R$ 12,7 milhões em recursos do ministério da Saúde para serem investidos em ações de combate à doença.

De acordo com o secretário, o dinheiro será utilizado para compra de insumos e equipar leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O governo do Estado também planeja a compra interna de 20 mil testes rápidos.