ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SÁBADO  20    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Estado reabre agendamento para emissão do novo RG

Segundo instituto de identificação, o Estado já emitiu 14.119 mil novos registros; veja como agendar

Por Idaicy Solano | 26/02/2024 10:18
Novo RG não terá mais distenção entre nome e nome social nem campo que indica o gênero (Foto: Idaicy Solano)
Novo RG não terá mais distenção entre nome e nome social nem campo que indica o gênero (Foto: Idaicy Solano)

Com alta demanda em todo Mato Grosso do Sul, a agenda de atendimentos referente ao mês de março de 2024, para a emissão do novo RG digital (Registro Geral), reabre na próxima terça-feira, dia 27 de fevereiro. Ao todo, serão disponibilizadas 1.029 vagas por dia em todo o Estado.

De acordo com o diretor do Instituto de Identificação Gonçalo Pereira, Márcio Cristiano Paroba, o Estado já emitiu 14.119 mil carteiras desde a primeira remessa. O agendamento é aberto de mês em mês. “Todos final de mês, a gente abre [o agendamento] para o mês seguinte. É uma forma de evitar ficar com a demanda reprimida”.

Márcio também reforça que não é necessário pressa, pois o RG antigo, emitido nos últimos 10 anos para cá, continuará valendo até 2032.

Confira abaixo o passo a passo para realizar o agendamento no dia 27 de fevereiro

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Facilidade - Com o novo modelo do RG, o cidadão tem todos os documentos em um único lugar, sendo CPF, PIS/PASEP (Programa de Integração Social e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), CNH (Carteira Nacional de Habilitação), Cartão do Sistema Único, título de eleitor, título militar e carteira de trabalho.

1° via é gratuita - Algumas pessoas alertam que no ato do agendamento há um boleto no valor de R$ 47,00 para pagamento. Márcio alerta que a cobrança deve ser ignorada, pois a 1° via do documento é gratuita. A emissão só será cobrada em caso de perdas e roubos (2º via).

Mudanças - Com a nova identidade, a probabilidade de fraudes é menor, visto que antes era possível que a mesma pessoa tivesse um número de RG por estado, além do CPF.

A nova carteira terá um QR Code, que permite verificar a autenticidade do documento, bem como saber se foi furtado ou extraviado, por meio de qualquer smartphone. Conta ainda com um código de padrão internacional chamado MRZ, o mesmo utilizado em passaportes, o que o torna ainda um documento de viagem.

Outra alteração é para tornar o registro mais inclusivo e representativo. O novo documento não terá mais distinção entre nome social e nome do registro civil. Dessa forma, passará a adotar o nome ao qual a pessoa se declara no ato da emissão. A carteira de identidade também será impressa sem o campo referente ao sexo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias