ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Flagrante de carga pesada faz deputado pedir restrição para Estrada Parque

Imagens enviadas a Paulo Duarte (PSB) mostram veículos gigantes carregados com eucalipto

Por Cassia Modena e Gabriela Couto | 09/04/2024 11:15

O transporte de toras de eucalipto pela rodovia turística chamada de Estrada Parque Piraputanga, a MS-450, gerou protesto novamente nesta terça-feira (9) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. O deputado Paulo Duarte (PSB) voltou a falar no assunto, pedindo restrição ao tráfego.

"Olha o tamanho desse tritem transitando no dia 7 de abril (último domingo) e esse vídeo do dia 5 de abril (última sexta-feira) mostra o risco disso à noite. Ele [o caminhão] vai na contramão [da estrada]. Qual a necessidade?", comentou o parlamentar durante a sessão, exibindo as imagens acima.

Ele afirmou que enviará pedido para a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), órgão do Governo de Mato Grosso do Sul, cobrando providências. "Pedimos o regramento. Não pode um tráfego desses à noite em uma estrada eminentemente turística. O Governo prega pelo desenvolvimento sustentável. Por isso, faço esse pedido à Agesul", justifica.

O requerimento vem depois da equipe do parlamentar receber vídeos com tritens, carretas gigantes com três compartimentos, carregando a madeira pela estrada, localizada em distrito de Aquidauana. O Campo Grande News havia mostrado denúncia de moradores anteriormente, aqui.

O transporte é feito por empresa contratada pela Suzano, que transforma em celulose as toras de eucalipto. Isso já havia sido discutido pelos deputados na última quinta-feira (4).

MP investiga - O transporte também é alvo de investigação do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). O órgão quer saber quais são os impactos disso para a região.

A Estrada Parque se conecta à BR-262, em Dois Irmãos do Buriti, e também dá acesso ao Pantanal. A preocupação é que os veículos pesados podem gerar não só acidentes de trânsito, por serem enormes e dificultarem a visibilidade na estrada, mas também danos à biodiversidade da região.

Caminhão pequeno trafegando na MS-450, a Estrada Parque Piraputanga (Foto: Governo de MS)
Caminhão pequeno trafegando na MS-450, a Estrada Parque Piraputanga (Foto: Governo de MS)

A Suzano - Em contatos anteriores com a reportagem, a assessoria de imprensa da Suzano se explicou sobre o uso da estrada.

Segundo a empresa, "a operação na MS-450 foi submetida a todas as autorizações legais junto às autoridades locais" e o uso da rodovia, "também usada por outras empresas de carga, consiste em um número limitado de 20 viagens diárias de tritens, restritas em horários escolares e com redução considerável da frota aos finais de semana".

A assessoria também informou o número da Ouvidoria para receber reclamações e sugestões: 0800-771 4060.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias