ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  23    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Governo fecha contrato de R$ 684 mil para realizar concurso para procurador

São seis vagas imediatas mais cadastro reserva; salário inicial gira em torno de R$ 25 mil

Por Nyelder Rodrigues | 22/09/2021 08:10
Fachada da PGE, no Parque dos Poderes; órgão espera receber até 4 mil inscrições no concurso público. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Fachada da PGE, no Parque dos Poderes; órgão espera receber até 4 mil inscrições no concurso público. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Foi publicado na edição desta quarta-feira (22) do DOE-MS (Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul), o extrato de contrato entre o Governo do Estado e a Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos) para a realização de concurso público para procurador estadual.

O valor do acordo, conforme divulgado no documento, é de R$ 684 mil e tem validade por 12 meses, contados a partir da sexta-feira (17) passada, data de assinatura do contrato - feita pela procuradora-geral Fabiola Marquetti Sanches Rahim.

Ainda conforme a publicação, o contrato tem como objeto a "prestação dos serviços técnicos especializados de planejamento, organização, execução e acompanhamento do XIV Concurso Público de Provas e Títulos para provimento de 06 (seis) cargos de Procurador do Estado de Mato Grosso do Sul e cadastro de reserva".

A expectativa é de que haja em torno de 4 mil inscrições para o concurso, sendo 3,6 mil pagas e 400 isentas. A escolha pelo Cebrape, segundo a PGE (Procuradoria-Geral do Estado), foi definida por dispensa de licitação.

De acordo com o regulamento do concurso, para os candidatos alcançarem a tão sonhada nomeação, antes, precisarão passar por todas as quatro etapas da seleção: prova objetiva, prova escrita (teórica e prática), oral e de títulos.

Além disso, haverá investigação social e exames de saúde física e mental. A prova objetiva contará com 100 questões. Já as provas escritas contarão com questões podendo abranger a elaboração de peças processuais, pareceres e respostas de caráter discursivo às questões apresentadas, segundo indicado no edital.

Para concorrer ao cargo de procurador é necessário ser formado em Direito, dois anos de prática profissional e registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). A remuneração inicial da carreira é de pouco mais de R$ 25 mil.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário