A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Maio de 2019

11/04/2019 10:10

Homem é 11ª vítima da dengue em MS e as notificações já chegam a 21,7 mil

Última morte confirmada pela dengue aconteceu em Maracaju, vítima tinha 35 anos e sofria de hipertensão

Izabela Sanchez
Moradora retira água parada de recipiente (Foto: Kisie Ainoã)Moradora retira água parada de recipiente (Foto: Kisie Ainoã)

Em uma semana, com a atualização dos dados divulgados pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), as notificações da dengue aumentaram 18,40% em Mato Grosso do Sul. No último dia 3, eram 18.636 casos notificados e agora esse número saltou para 21.742. Duas novas mortes também foram confirmadas, e de 9 vítimas, agora são 11, a última delas faleceu no dia 7, um homem de 35 anos, morador de Maracaju, a 160 km de Campo Grande, que sofria de hipertensão.

Os casos vem aumentando vertiginosamente no estado a cada atualização dos dados, que geralmente demoram aproximadamente uma semana para serem divulgados. Já são 9323 casos confirmados da doença em Mato Grosso do Sul. Campo Grande tem 6112 dos casos, seguida de Três Lagoas, a 338 km, com 1512 casos confirmados.

Além da vítima em Maracaju, o policial militar José Cervelati, 40, que faleceu no sábado (6) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, é a 10ª morte por dengue no estado. A suspeita relacionada a morte de uma mulher de 47 anos, no dia 5, em Dourados, a 233 km de Campo Grande, não consta entre as vítimas da dengue.

Aumento - O boletim epidemiológico publicado em 27 de março confirmava as mortes de cinco pessoas, duas em Campo Grande – dois idosos de 72 e 78 anos, duas em Três Lagoas e uma em Dourados.

No último dia 3, foram contabilizados mais quatro óbitos: duas crianças em Campo Grande (meninos de 1 ano e 5 anos), uma mulher de 58 anos em Dourados e um homem de 79 anos em Três Lagoas. Agora, são 11 vítimas, com os casos de Maracaju e Ponta Porã.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions