A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

28/08/2019 19:45

Justiça de MS custou R$ 1,4 bi no ano passado, segundo relatório do CNJ

Somente o Tribunal de Justiça gastou R$ 1.015.444.715, que representam 72,3% das despesas

Gabriel Neris e Marta Ferreira
Prédio do Fórum de Campo Grande está entre os custos do Poder Judiciário (Foto: Paulo Francis/Arquivo)Prédio do Fórum de Campo Grande está entre os custos do Poder Judiciário (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

O Poder Judiciário teve custo de R$ 1,4 bilhão em Mato Grosso do Sul durante o ano de 2018, de acordo com o relatório Justiça em Números 2019 – ano base 2018, divulgado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) nesta quarta-feira (28).

O valor total foi de R$ 1.404.367.121 para manter as estruturas da Justiça Estadual, do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região e ainda do Tribunal Regional Eleitoral.

A Justiça Federal não teve valor discriminado no documento lançado pelo CNJ. De acordo com o relatório, a TJMS (Tribunal de Justiça) apresentou custo de R$ 1.015.444.715, que representam 72,3% do total.

O percentual se explica facilmente por ser a maior estrutura, presente em todos municípios. O investimento por habitante para a esfera estadual ficou em R$ 369. 

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) teve gasto de R$ 119.826.018, conforme os valores divulgados. Vale lembrar que no ano passado, houve eleição e isso exige mais valores. Por habitante, a soma foi de R$ 43.

O Tribunal Regional do Trabalho, segundo o levantamento, fechou 2018 com gastos de R$ 269.096.388. Quando feita a correlação com o número de habitantes, a conta fica em R$ 97 por pessoa.

O relatório Justiça em Números inclui os principais indicadores da Justiça em relação à estrutura, orçamento e litigiosidade.

A pesquisa também conta com número de processos novos, baixados e julgados, gastos com recursos humanos, receita, quantidade de magistrados e servidores, com informações detalhadas por ramo de Justiça, por tribunal e instância. O documento faz parte da 15ª edição do anuário estatístico do Poder Judiciário.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions