ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Maconha apreendida este ano renderia 1kg de “baseado” por campo-grandense

Pelo menos 909 toneladas foram retiradas do “mercado”, em 2020, 215 delas por equipes do DOF

Por Liniker Ribeiro | 23/10/2020 17:10
Apreensão de 33 toneladas de maconha, em agosto de 2020, a maior do país (Foto: Divulgação/DOF)
Apreensão de 33 toneladas de maconha, em agosto de 2020, a maior do país (Foto: Divulgação/DOF)

O número de apreensões de maconha mais que dobrou, em Mato Grosso do Sul, em 2020. De Janeiro a outubro, pelo menos 907 toneladas foram retiradas do “mercado”, 605 delas pelas forças policiais estaduais, conforme levantamento da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) baseado em dados entre os dias 1° de janeiro e 15 deste mês.

No ano passado, 405 toneladas foram apreendidas, no mesmo período.

Se dividido o total apreendido este ano pelo número estimado de habitantes da Capital, o valor equivale a mais de 1 kg de “baseado” por morador. Isso sem contar as toneladas apreendidas no mesmo período pela Polícia Federal.

O exemplo mostra a proporção das apreensões, que segundo o DOF, bateram recorde histórico. “É um fenômeno atípico e, se você pegar valores dos últimos 10 anos, em todos foram registrados aumento, mas não tão progressivos. Aumento maior que 100% nunca havia sido registrado”, afirma o diretor do DOF, Wagner Ferreira da Silva.

Só nas últimas 24 horas, pelo menos 9 toneladas de maconha foram apreendidas, no Estado. No caso mais recente, policiais do DOF apreenderam carga da droga avaliada em R$ 9 milhões.

Apreensão recente totalizou 6 toneladas de maconha apreendidas de uma vez (Foto: Divulgação/DOF)
Apreensão recente totalizou 6 toneladas de maconha apreendidas de uma vez (Foto: Divulgação/DOF)

Pesagem indicou 6 toneladas do ilícito apreendidas de uma só vez. O flagrante aconteceu em Brasilândia, a 355 quilômetros da Capital. A droga era transportada em caminhão pela rodovia MS-040. Duas pessoas foram presas, sendo o motoristas do caminhão e um homem que fazia serviço de batedor.

Vale lembrar ainda que Mato Grosso do Sul tem o recorde de quantidade de maconha apreendida de uma só vez. No dia 26 de agosto de 2020, caminhão foi apreendido com 33 toneladas da droga, maior carga encontrada pelo DOF e a maior apreensão do país.

O flagrante aconteceu na região de Maracaju – cidade a 160 quilômetros de Campo Grande e dois homens foram presos pelo crime.

Motivos – Para o diretor do DOF, o aumento nas apreensões está ligado à diversos fatores, três deles principais. “Nunca tem somente uma causa, são vários fatores que temos que avaliar. Um deles é o aumento da demanda interna. Com a pandemia, o pessoal ficou mais tempo dentro de casa, teve depressão e questão do isolamento”, afirma.

Outros dois possíveis motivos para o aumento das apreensões, conforme Wagner, seria a maior oferta e o reforço nas fiscalizações.

“Forças de segurança pública, que já estavam em processo de compartilhamento de informações e integração, receberam incentivo da Operação Hórus”, destacou.

Abaixo, assista vídeo e relembre apreensão de 33 toneladas de maconha, a maior já registrada no Brasil.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário