ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 38º

Cidades

MS já enviou 29 pacientes a outros estados, mas 231 aguardam vaga em UTI

Dos transferidos, quatro faleceram e um volta hoje, recuperado, a Dourados

Por Lucia Morel | 11/06/2021 16:28
Paciente de MS sendo transferido a outro estado. (Foto: Governo de MS)
Paciente de MS sendo transferido a outro estado. (Foto: Governo de MS)

Mato Grosso do Sul completa hoje 29 pacientes transferidos para atendimento de covid-19 a outros estados. Deles, quatro faleceram e apenas um já está voltando para casa. Hoje, quatro pessoas estão a caminho de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em São Bernardo do Campo (SP).

Dois deles são de Campo Grande e outros dois de Dourados. Há ainda pacientes das cidades de Bonito, Eldorado, Maracaju e São Gabriel do Oeste internados fora do Estado, em cidades de São Paulo ou Rondônia. O Estado do Amazonas também já ofereceu ajuda humanitária, mas ninguém foi enviado para lá até o momento.

Atualmente, 231 pessoas aguardam vaga em UTI no Estado, 160 somente em Campo Grande. Elas estão em leitos improvisados, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) ou leitos clínicos sem suporte ventilatório.

Conforme a SES (Secretaria de Estado de Saúde), diante da necessidade urgente, a Central Estadual de Regulação já analisa a possibilidade de novas transferências.

Números – as transferências começaram no sábado, dia 5, quando nove pacientes foram transferidos para o Estado de Rondônia, sendo 7 de Dourados, um de Bonito e outro de Itaquiraí, que estava internado em Eldorado.

Durante o restante desta semana, mais foram levados para Rondônia e São Paulo, totalizando 29, sendo 20 em cidades paulistas e nove na capital Porto Velho.

A única alta até o momento é de uma paciente de 29 anos que estava internada em Porto Velho desde 4 de junho. Ela retorna para a cidade de Dourados hoje em avião comercial, com a passagem custeada pelo Governo do Estado.

Entre os quatro óbitos, dois são pacientes de Campo Grande que estavam em São Paulo e outros dois de Dourados – que estava em Rondônia – e Maracaju – que estava em São Paulo. A idade das vítimas era entre 52 e 76 anos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário