ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

MS tem quase dobro nascimentos que mortes, mas óbitos crescem 41% em 2021

De janeiro a março deste ano, Estado teve 5,5 mil vítimas; em 2020, foram 3,9 mil no mesmo período

Por Guilherme Correia | 08/04/2021 12:20
Cemitério Jardim da Paz, em Campo Grande, durante procedimento funerário (Foto: Henrique Kawaminami)
Cemitério Jardim da Paz, em Campo Grande, durante procedimento funerário (Foto: Henrique Kawaminami)

Dados do Registro Civil indicam que Mato Grosso do Sul registrou 11.377 nascimentos neste ano e 6.159 óbitos. A proporção, por enquanto, de quase duas pessoas nascendo a cada morte, é menor do que a verificada no ano passado, quando quase três pessoas nasciam a cada falecimento.

Em 2020, o Estado teve 42.486 nascimentos e 18.919 óbitos. Conforme noticiado mais cedo pelo Campo Grande News, a pandemia de covid-19 foi responsável por 12% das mortes do ano desse período.

Atualmente, o coronavírus é o que fez 36% das vítimas falecerem. Ou seja, as mortes pela doença, em 2021, triplicaram até mesmo em relação ao total de óbitos.

Diferente do que foi verificado no País, que registrou 11.774 nascimentos nos seis primeiros dias de abril, enquanto foram 12.181 óbitos, Mato Grosso do Sul apresentou "saldo positivo", mas com pouca diferença.

Apenas nos primeiros dias de abril, foram 540 nascimentos e 436 vítimas.

Nascimentos continuam na média - Conforme esses dados, 10,9 mil pessoas nasceram nos primeiros três meses deste ano, de janeiro a março. No mesmo período do ano passado, foram 10,8 mil.

Apesar disso, as mortes tiveram um aumento de 41%. O mês de março foi o maior responsável por esse acréscimo, já que teve 2,2 mil mortes neste ano, enquanto foram 1,4 mil no ano passado.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário