ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Por hora, 1 pessoa com menos de 60 anos morre por covid em MS

Boletim divulgado hoje trouxe 50 mortes, das quai mais da metade (30) não eram idosos

Por Guilherme Correia | 02/06/2021 11:30
Paciente internado com covid-19 em leito de UTI é atendido por profissionais de saúde (Foto: Reprodução)
Paciente internado com covid-19 em leito de UTI é atendido por profissionais de saúde (Foto: Reprodução)

Boletim epidemiológico confirma mais 50 óbitos por covid-19 em Mato Grosso do Sul, sendo que mais da metade (30) eram pacientes com menos de 60 anos. As mortes de idosos deixaram de ser maioria e passaram a dar lugar aos mais novos, ainda que o índice geral de óbitos seja alarmante.

Mesmo que esses registros não sejam referentes a fatalidades que aconteceram nas últimas 24 horas, indicam que, em média, há pelo menos uma vítima dessa faixa etária morrendo em decorrência do coronavírus a cada 60 minutos.

O Estado também voltou a quebrar recorde de infectados diários - são quase 2 mil testes positivos por dia. Na prática, com tanta gente se infectando, muitos apresentam quadros graves e têm de se internar em hospitais. Esse excesso de hospitalizações tem superlotado as unidades de saúde sul-mato-grossenses.

A média estadual é de 102% - ou seja, não há leitos disponíveis para novos pacientes e há excedente de pessoas sendo atendidas de forma inadequada. Esse colapso vivido por Mato Grosso do Sul fez com que Rondônia cedesse 10 leitos de terapia intensiva a pacientes daqui.

Vale ressaltar que gestores têm se baseado com frequência nesse índice ocupacional para afrouxar as regras de distanciamento, o que pode fazer com que cada vez mais pessoas jovens se infectem e lotem os hospitais - mesmo que a vacinação esteja atingindo bons desempenhos, já que ela tem protegido, por enquanto, pessoas idosas com 70 anos ou mais, o que representa um recorte muito pequeno da população.

Boletim atualizado - As vítimas eram, em maior parte, de Campo Grande (16). Confirmaram três mortes cada Coxim, Dourados, Nova Andradina e Três Lagoas, enquanto Amambai, Deodápolis, Miranda e Ponta Porã acresceram uma vítima fatal.

Por fim, neste boletim, confirmaram um óbito Antônio João, Batayporã, Bonito, Caarapó, Camapuã, Cassilândia, Guia Lopes da Laguna, Itaquiraí, Ivinhema, Naviraí, Rio Brilhante, Santa Rita do Pardo, Sidrolândia e Vicentina.

Desde o início da pandemia, foram 294,8 mil casos confirmados e 6.917 óbitos por covid-19 em Mato Grosso do Sul.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário