ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Previsão indica risco de tempestade em 26 municípios de MS

Meteorologia prevê chuvas entre 20 e 30 mm e rajadas de vento que podem chegar até os 60 km/h

Por Alison Silva | 01/12/2023 14:38
Alerta de tempestade para 26 municípios de MS (Foto: Divulgação Inmet)
Alerta de tempestade para 26 municípios de MS (Foto: Divulgação Inmet)

As previsões meteorológicas desta sexta-feira (1º) indicam risco de tempestade em 26 municípios do interior do Estado. O alerta emitido às 10h pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) indica possibilidades de chuvas entre 20 e 30 mm, e rajadas de vento que podem chegar até os 60 km/h. O alerta segue ao menos até o fim da noite e vale sobretudo para cidades do interior.

Os municípios são: Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Ladário, Miranda, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.

Nesta quinta-feira (30), Porto Murtinho registrou a 12ª maior temperatura do país (39,2ºC). Sob alerta de tempestade, a temperatura máxima em Aparecida do Taboado nesta sexta-feira é de 36ºC, já em Chapadão do Sul, região norte do Estado, a temperatura chega à casa dos 34ºC. A máxima atinge 37ºC em Rio Verde de Mato Grosso e 38ºC em Corumbá, próximo da fronteira com a Bolívia.

Recomendação - Em caso de rajadas de vento, as recomendações são para que as pessoas não se abriguem debaixo de árvores e não estacionem veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

Serviço - Mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias