ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Secretário promete vacinar toda população de MS no início de agosto

Titular da SES ainda mencionou "disputa saudável" entre governadores e prefeitos para vacinar mais pessoas

Por Guilherme Correia | 18/06/2021 12:15
Mulher é vacinada contra a covid-19 em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Mulher é vacinada contra a covid-19 em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Durante coletiva nesta sexta-feira (18), o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, prometeu que toda a população adulta de Mato Grosso do Sul será vacinada com ao menos uma dose de vacina contra a covid-19 até o início de agosto, desde que o governo federal encaminhe quantitativo necessário de imunizantes.

"Queremos no início de agosto, se tudo correr bem, imunizar toda a população de Mato Grosso do Sul. Quero acreditar que isso será possível se tivermos as vacinas que estão sendo indicadas", afirmou.

A previsão feita pelo titular da SES (Secretaria Estadual de Saúde) embarca na "disputa saudável" entre estados e capitais para dar celeridade ao processo de imunização contra a covid, mencionando trabalho feito pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e pelo prefeito do Rio de Janeiro (RJ), Eduardo Paes (PSD).

Me desculpe o governador Dória, que está fazendo uma disputa saudável com o prefeito do Rio de Janeiro, mas vamos ser o primeiro estado do País a vacinar nossa população", comentou.

Em relação ao Rio Grande do Sul, governado pelo Eduardo Leite (PSDB), que disputa a primeira posição no ranking de vacinação por estados, ele brincou: "que se cuidem os gaúchos, nós vamos ultrapassá-los tanto na D1 quanto na D2".

No estados paulista e gaúcho, as previsões feitas pelos respectivos governadores é de que toda a população esteja protegida até meados de setembro.

Vacinação - Segundo a SES, há apenas 26 mil doses de vacina em estoque nos municípios sul-mato-grossenses e no Dsei (Distrito Sanitário Especial Indígena), já que o Estado utilizou pelo menos 97% do total de imunizantes recebidos pelo governo federal.

"Me orgulha ter parceiros como os secretários e secretárias de Saúde, equipes de imunização que sacrificam estar com suas famílias para estar dedicando a essa tarefa contínua de feriados, dias e finais de semana, vacinar em períodos fora de seu expediente", disse Resende.

Ao todo, segundo dados do vacinômetro, 36% da população total do Estado recebeu ao menos uma dose, enquanto 14% foi devidamente imunizada com as duas aplicações de imunizante.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário