ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 32º

Cidades

Semana começa com 2 mortes por covid no Estado

Campo Grande registrou morte de idosa, de 90 anos, enquanto Naviraí confirmou morte de um homem, de apenas 43 anos

Por Guilherme Correia | 26/10/2020 11:14
Pacientes em tratamento na Santa Casa de Campo Grande, um dos principais hospitais do Estado no combate à covid-19 (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)
Pacientes em tratamento na Santa Casa de Campo Grande, um dos principais hospitais do Estado no combate à covid-19 (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)

Boletim epidemiológico desta segunda-feira (dia 26) traz 163 novos infectados e dois óbitos por covid-19 em Mato Grosso do Sul. Atualmente, o Estado acumula 80.064 casos confirmados e 1.555 mortes pela doença desde o início da pandemia.

Apesar do baixo número de mortes registrados nas últimas 24 horas, o início da semana costumeiramente não apresenta dados muito expressivos do novo coronavírus, por demora no repasse de informação por parte dos municípios. Mesmo assim, é o menor resultado em 4 meses de monitoramento.

A doença não acabou. As pessoas têm se movimentado, se aglomerado, e não têm usado máscaras, achando que a pandemia acabou. Por mais que o aumento tenha sido pouco significativo, de qualquer forma são 163 pessoas com história da doença que podem contaminar outras pessoas", reforçou a adjunta em Saúde, Christine Maymone.

Boletim atualizado - Campo Grande confirmou morte de uma idosa, de 90 anos, que tinha agravantes de saúde como hipertensão e doenças no coração, e chega a 668 mortes. Naviraí, ao sul do Estado, registrou morte de um homem, de 43 anos, que não possuía comorbidades.

Ao som de forte chuva registrada nesta manhã na Capital, com "barulho muito forte aqui no Parque dos Poderes", o titular da SES (Secretaria Estadual de Saúde) diz que taxa de contágio tem caído há três dias, atualmente ajustada em 0.91, o que indica decréscimo da pandemia no Estado. Mesmo assim, a meta é que esteja inferior a 0.5.

Entre hospitais públicos e privados, 173 pacientes ocupam leitos clínicos e 142 estão em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Segundo levantamento da Secretaria, 63% das vagas hospitalares da macrorregião de Campo Grande estão preenchidas - quase um terço é referente ao tratamento da covid-19.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário