ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Temporal destelhou 9 casas, derrubou 20 árvores e deixou 39 bairros sem luz

A tempestade prejudicou famílias do Residencial Pedro Teruel, nos fundos do Dom Antônio Barbosa

Anahi Zurutuza | 06/10/2022 19:25
Casas foram forradas provisoriamente com lona no Pedro Teruel. (Foto: Alex Machado)
Casas foram forradas provisoriamente com lona no Pedro Teruel. (Foto: Alex Machado)

O temporal do fim da tarde desta quinta-feira (6) destelhou nove casos, derrubou 20 árvores e deixou ao menos 39 bairros de Campo Grande sem energia. Os ventos na Capital atingiram, às 16h45, 77,8 km por hora, segundo o meteorologista Natálio Abrahão.

A tempestade prejudicou famílias do Residencial Pedro Teruel, nos fundos do Dom Antônio Barbosa, no sul de Campo Grande. A prefeita Adriane Lopes (Patriota) esteve por lá por volta das 18h e acompanhou o trabalho da Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) que cobriu as casa com lona provisoriamente. Equipes do Cras (Centro de Referência em Assistência Social) também estiveram no local para fazer levantamentos das necessidades das famílias.

Funcionários da Amhasf foram enviados ao bairro para cobrir casas. (Foto: Reprodução)
Funcionários da Amhasf foram enviados ao bairro para cobrir casas. (Foto: Reprodução)

“Nós estamos aqui no Jardim Teruel e com o vendaval que deu, 9 casas fora destelhadas. Mas, as nossa equipes da Amhasf já estão aqui tomando as providências necessárias”, disse a prefeita.

Além das casas, o Corpo de Bombeiros recebeu ao menos 20 chamados para cortes de árvores. O temporal também demandou esforço extra das equipes a Energisa, que ainda trabalham para religar a luz em 39 bairros.

“Os estragos na rede elétrica foram provocados por quedas de árvores e objetos na fiação, além do rompimento de cabos. O monitoramento [do tempo] á vinha sendo feito em todo o Estado por meio da ferramenta contrata pela empresa especializada no apoio ao setor elétrico para enfrentamento das mudanças climáticas. Equipes estão mobilizadas e os trabalhos acontecem de forma ininterrupta até que o restabelecimento da energia para os clientes afetados, seja normalizado”, explicou a concessionária.

Ainda de acordo com a Energisa, bairros que foram impactados pela tempestade são: Monte Castelo, Universitário, Caiçara, Conjunto José Abrão, Jardim Centro-Oeste, Jardim Centenário, Conjunto Aero Rancho, Jardim Leblon, José Alves Pereira, Maria Aparecida Pedrossian, Carandá Bosque, Vila Piratininga, Vila Sobrinho, Jardim Autonomista, Vilas Boas, Vila Nasser, Rita Vieira, Moreninhas, Tiradentes, Jardim São Conrado, Nova Campo Grande, Coronel Antonino, Jardim Veraneio, Jardim São Lourenço, Coophavila II, Mata do Segredo, Chácara das Mansões, Jardim Batistão, Jardim dos Estados, Jardim Los Angeles, Portal Caiobá, Guanandi, Residencial União, Nova Lima, Jardim Noroeste, Vila Carlota, Santa Fé, Taquarussu e Taveirópolis.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu hoje o alerta vermelho, que representa grande perigo, para risco de tempestade em Campo Grande e mais 53 cidades de Mato Grosso do Sul. Pode chover entre 60 mm (milímetros) e 100 mm por hora. Há risco de queda de granizo, danos em edificações, corte de energia elétrica, estragos em plantações, alagamentos e transtornos no transporte. O aviso tem validade até amanhã.

Nos siga no Google Notícias