ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Três profissionais que atenderam paciente antes de morte seguem assintomáticos

Por Ângela Kempfer | 01/04/2020 10:38
Paciente de 64 anos morreu ontem, vítima do coronavírus.
Paciente de 64 anos morreu ontem, vítima do coronavírus.

No total, 3 profissionais de saúde do hospital da Cassems de Nova Andradina testaram positivo para coronavírus, após atendimento da paciente que morreu ontem, vítima da covid-19, após transferência para Dourados.

Mas a Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul garante que todos estão sem sintomas. Segundo a Cassems, os 3 “passaram por rigorosa bateria de exames. Estão assintomáticos e isolados em quarentena, como recomendação das autoridades de saúde pública

Segundo a Caixa de Assistência, existe um compromisso de zelar pela segurança nas duas pontas desse atendimento, com o “cuidado integral aos seus pacientes e colaboradores... contamos com rede de apoio à disposição e que asseguramos que cada colaborador esteja protegido com os equipamentos de segurança indicados pelos órgãos competentes e que recebam a assistência necessária em caso de adoecimento”.

A Cassems também detalha o protocolo adotado para evitar o contágio. "No dia 16 de março, a paciente de 64 anos, com quadro de doença crônica respiratória, deu entrada no Hospital Cassems de Nova Andradina e foi atendida seguindo os protocolos orientados pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o que inclui o uso adequado de EPI (Equipamentos de Proteção Individual)".

O hospital assegura que o mesmo ocorreu em relação ao que é obrigatório na entrada de paciente com suspeita da covid-19. "Ainda no mesmo dia, por estar sintomática e trazer detalhe de comunicante recém egresso de viagem ao continente europeu, a equipe do Hospital Cassems de Nova Andradina prestou assistência à beneficiária em leito de terapia semi-intensiva (que possui aparelhos de respiração mecânica) e notificou a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde sobre o caso, solicitando a testagem para a covid-19".