ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Usina na Capital está no pacote de “pagamentos” por terra para ferrovia em MT

As demais obras, incluindo casa para general, serão em Cuiabá e Rondonópolis

Por Aline dos Santos | 10/12/2023 17:16
MT terá ferrovia para conectar produção de grãos e porto de Santos. (Foto: Ricardo Botelho/Ministério da Infraestrutura)
MT terá ferrovia para conectar produção de grãos e porto de Santos. (Foto: Ricardo Botelho/Ministério da Infraestrutura)

A construção de usina fotovoltaica em Campo Grande entrou no “pacote de contrapartidas” da empresa Rumo Logística ao Exército para cedência de terra e passagem de ferrovia no Mato Grosso.

A informação foi divulgada pela Folha de São Paulo neste domingo (dia 10). Conforme o jornal, a proposta é que a Rumo Logística construa blocos de apartamentos, casa avaliada em R$ 2,2 milhões para general (três suítes, sala de estar e de TV, piscina e área gourmet com churrasqueira), casa avaliada em R$ 850 mil para oficial superior e adequação de rede elétrica. Todas essas obras serão no Mato Grosso. E somente a usina fotovoltaica fica fora do Estado vizinho.  O conjunto de placas solares deve gerar 500 kWp (quilowatt de potência de pico)

A Ferrovia Estadual Senador Vicente Emílio Vuolo terá mais de 700 km e ligará a estação de Rondonópolis a Cuiabá e Lucas do Rio Verde, cidades de Mato Grosso. Assim, será possível conectar a região Norte de MT, de alta produção agrícola, ao porto de Santos (São Paulo). O traçado passa por área militar e vai separar duas terras indígenas dos boe bororo.

Ao jornal Folha de São Paulo, o Exército informou que realizou “tratativas para ajustar o traçado de forma que não comprometesse o uso militar do terreno, bem como as propostas de contrapartidas foram discutidas em várias reuniões com a referida empresa, culminando com o aceite de ambas as partes quando da assinatura do contrato”.

A Rumo informou que a “área requerida contempla única e exclusivamente o espaço necessário para a implantação da ferrovia, considerando seu projeto e a faixa de domínio estabelecida”.

Receba as principais notícias do Estado pelo celular. Clique aqui para entrar no canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias