ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 

Cidades

Vindo da Bolívia, 1º grupo de brasileiros chega a Corumbá

Força-tarefa foi montada para receber os brasileiros na ponta da Amizade, que faz divisa com os dois países

Por Viviane Oliveira | 03/04/2020 12:00
De máscara, estudante se prepara para voltar para a sua cidade. Foto enviada pelo leitor ao site Diário Corumbaense. 
De máscara, estudante se prepara para voltar para a sua cidade. Foto enviada pelo leitor ao site Diário Corumbaense.

Para passar o período de quarentena com as famílias, o primeiro grupo, com cerca de 450 brasileiros repatriados da Bolívia, começou a desembarcar na madrugada desta sexta-feira (3), na fronteira das cidades de Puerto Quijarro e Puerto Suárez com Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o site Diário Corumbaense, força-tarefa foi montada para receber os brasileiros na ponte da Amizade, que faz divisa com os dois países. A pé, os brasileiros, grande parte estudantes, entraram na cidade, após realizarem os trâmites no setor de migração da Bolívia.

Vindos de uma região com vários casos confirmados, os brasileiros foram encaminhados pelos órgãos de segurança ao atendimento da Vigilância Sanitária para triagem, seguindo determinações da OMS (Organização Mundial da Saúde) para evitar a propagação do novo coronavírus (covid-19)

A cidade de Santa Cruz, por exemplo, local de moradia da maioria dos repatriados, concentra o maior número de casos positivos da doença. Logo depois dos procedimentos e orientações, todos foram encaminhados para atendimento do controle migratório, no posto de fiscalização Esdras, que serviu como base para receber os brasileiros.

Lá, uma estrutura foi montada e os ônibus de viagem aguardavam para embarque, boa parte seguiria para os Estados de São Paulo, Goiás e Bahia. Aliviado, o estudante Alisson Fhelipe Dias Bragas disse que não pensou duas vezes em voltar para a casa quando surgiu a oportunidade. O estudante do 9º período no curso de medicina seguiu viagem para Anápolis, em Goiás, onde vai passar o período de quarentena com a família.

A operação vai se repetir nos próximos dias com a chegada de mais brasileiros residentes em Santa Cruz de La Sierra (cerca de 250) e de Cochabamba (cerca de 150). Ao todo, mais de 930 pessoas procuraram os postos consulares brasileiros na Bolívia com demandas de repatriação.  Há mais de 13 dias, a Bolívia determinou quarentena geral.

Apenas podem sair das casas pessoas autorizadas, seguindo determinação do governo, para realizarem compras em supermercados ou farmácias. Aos finais de semana, não é permitida a presença de ninguém nas ruas. Até o momento o país andino já registrou 9 mortes e tem 132 casos positivos da doença.