A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

26/01/2019 18:15

Youtuber de MS relata que escapou de rompimento de barragem em MG

Área em Inhotim foi evacuada e visitantes tiveram de seguir viagem por rota alternativa

Danielle Valentim
Leozítor durante relato no Instagram. (Foto: Reprodução)Leozítor durante relato no Instagram. (Foto: Reprodução)
Na gravação, ele mostrou um informativo do parque. (Foto: Reprodução)Na gravação, ele mostrou um informativo do parque. (Foto: Reprodução)

O estudante de Engenharia da Computação e youtuber Leozítor Floro de Souza relata que escapou por pouco da tragédia no interior de Minas Gerais. Ele estava no Parque de Inhotim, ao lado da represa da mineradora Vale S.A que se rompeu, na sexta-feira (25), em Brumadinho (MG). Pelo stories do Instagram, ele explicou que o local não foi atingido pela lama, mas relata que, rapidamente, a administração esvaziou o parque.

Leozítor conta que, no meio do passeio, ele e um grupo de visitantes foram informados sobre a evacuação do parque. “Eu não fiz stories porque que eu estava filmando para o meu canal.O pessoal chamou e disse que tinha que “vazar”. A represa foi pertinho de onde a gente estava. A lama invadiu Brumadinho e a gente teve que fazer outro caminho porque lá já estava fechado (sic)”, disse em vídeo.

O rompimento de uma das barragens colocou em estado de alerta o Parque de Inhotim, um dos maiores museus a céu aberto do mundo. A assessoria de imprensa do local afirmou que, por ora, a lama não atingiu o espaço, no entanto, por medida de segurança, os visitantes foram retirados da área.

Pelas redes sociais, Inhotim comunicou que, até o momento, as obras estão em segurança e nenhum visitante ou trabalhador do local foi ferido. Por conta do acidente, o parque anunciou que permanecerá fechado neste fim de semana. A data de reabertura não foi anunciada.

O rompimento da barragem, de responsabilidade da mineradora Vale, foi no início da tarde de sexta. Até o meio da tarde deste sábado (26), havia 34 mortes confirmadas pelos bombeiros e cerca de 290 desaparecidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions