A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

11/05/2016 12:28

Em menos de 12 horas, Mato Grosso sul registra 33,8 mil raios

Viviane Oliveira
Ontem à noite, uma casa foi atingida por raio, no Bairro Los Angeles. Três pessoas ficaram feridas, aparelhos domésticos e o telhado da casa danificados. (Foto: Fernando Antunes) Ontem à noite, uma casa foi atingida por raio, no Bairro Los Angeles. Três pessoas ficaram feridas, aparelhos domésticos e o telhado da casa danificados. (Foto: Fernando Antunes)

Em 11 horas foram registrados 33.858 quedas de raios em Mato Grosso do Sul, o que significa 1.400 descargas elétricas por hora e 23 por minuto. Conforme o meteorologista da Uniderp, Natálio Abrão, os números foram contabilizados das 18h de segunda-feira (9) até às 10h de ontem (10). Os municípios mais atingidos foram Campo Grande, Sidrolândia e Bandeirantes.

A Capital ocupa a terceira posição entre as cidades com mais mortes por raios nos últimos 15 anos. No total, foram 11 vítimas. A cidade fica atrás somente de Manaus, com 22 vítimas e São Paulo com 26 mortes por causa dos raios, segundo relatório do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Nesta terça-feira, três pessoas, entre elas um bebê de 9 meses, tiveram queimaduras após a casa ser atingida por raio, na Rua Travessa Marques de Barbacena, no Bairro Los Angeles, na Capital.

Além de ter ferido a família, a descarga elétrica derrubou uma viga, quebrou telhas, comprometeu a fiação elétrica da residência, queimou televisão e ventilador. Apesar do susto, os três atingidos tiveram apenas queimaduras leves.

Os raios caíram durante a chuva dos últimos dois dias. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) divulgou a relação de cidades brasileiras que apresentaram o maior volume no País na terça-feira e entre as 10 que tiveram valores extremos, três são do Estado. 

Ponta Porã aparece em terceiro lugar, com 71,8 milímetros, em quinto Campo Grande, com 66 milímetros e em sexto Sete Quedas, com 58 milímetros. Se consideradas as Capitais, os valores registrados em Campo Grande só ficam atrás do Recife, onde choveu 102,1 milímetros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions