A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/09/2008 07:46

Abadía delatou planos de Beira-Mar para ser extraditado

Redação

A extradição de Juan Carlos Ramírez Abadía, entregue à Justiça dos Estados Unidos no mês passado, foi precedida de um acordo em que o traficante colombiano se comprometeu a revelar supostos planos do traficante brasileiro Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, para tentar fugir do presídio federal de Campo Grande. Conforme o site do jornal O Estado de São Paulo, o esquema veio à tona quando a Polícia Federal desencadeou a Operação X.

Abadía temia ser morto e pediu que o governo brasileiro antecipasse sua extradição. Conforme a reportagem, um processo de extradição normal dura, em média, dois anos, o do traficante durou cinco meses no STF (Supremo Tribunal Federal).

O colombiano revelou ao serviço de inteligência do Depen (Departamento Penitenciário Nacional) que Beira-Mar preparava uma fuga mediante extorsão e seqüestro de parentes de autoridades no Legislativo, Executivo e Judiciário.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions