A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

29/05/2012 14:10

Ação da PF investiga envio de armas de MS para presídio de São Paulo

Elverson Cardozo

Investigação concentrou-se na fronteira com o Paraguai, braço da organização criminosa, que contrabandeava drogas e armas para distribuição em São Paulo e outros Estados

Armas, segundo a Polícia Federal, eram adquiridas no Paraguai. (Foto: Divulgação)Armas, segundo a Polícia Federal, eram adquiridas no Paraguai. (Foto: Divulgação)
Apreensões ocorridas nas cidades de Campinas e Itapecerica da Serra. (Foto: Divulgação)Apreensões ocorridas nas cidades de Campinas e Itapecerica da Serra. (Foto: Divulgação)

Operação da PF (Polícia Federal), deflagrada nesta terça-feira (29), contra organização criminosa que atua em presídios paulistas, cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão em Mato Grosso do Sul, nas cidades de Dourados e Ponta Porã.

A investigação concentrou-se na fronteira com o Paraguai, braço da organização criminosa, que contrabandeava drogas e armas para distribuição em São Paulo e outros Estados.

Segundo a PF, há evidências de que o grupo recebia ordens diretas da cúpula. O inquérito aponta ainda que o bando contava com ação de vários intermediários e uma rede de colaboradores.

Além das armas, o grupo transportava drogas em caminhões e veículos menores. Só hoje pela manhã foram apreendidos 22 quilos de maconha, 8 quilos de cocaína, uma pistola 9 mm, munição de calibre restrito e produtos químicos utilizados para o refino de cocaína nos municípios de Dourados e Ponta Porã

Os envolvidos, segundo a Polícia Federal, vão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, com penas de até 25 anos de prisão.

Apreensão ocorrida em Alta Floresta. (Foto: Divulgação)Apreensão ocorrida em Alta Floresta. (Foto: Divulgação)

A operação, denominada “Leviatã”, cumpriu na manhã desta terça-feira 16 mandados de prisão. Um foragido da justiça estadual foi recapturado; nove estão foragidos.

No total, a 4ª vara criminal da Justiça Federal de São Paulo expediu 25 mandados de prisão temporária e 7 mandados de busca e apreensão na Capital Paulista, e no interior de Mato Grosso do Sul.

A pedido da Polícia Federal, a justiça realizou ainda o bloqueio de 128 contas bancárias por terem sido identificadas como de uso da facção criminosa e o sequestro de 1 imóvel.

Início - As investigações da operação começaram em outubro de 2010. Foram realizadas 29 ações policiais que resultaram na prisão, em flagrante, de 48 pessoas e na apreensão de 270 quilos de cocaína, cerca de 2 toneladas de maconha, além de R$ 130 mil 30 veículos, 29 fuzis, 13 pistolas, 3 granadas, 1 rifle e 3.001 mil projéteis para armas de calibre restrito.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


O trabalho da polícia é excelente, pena que com leis tão 'frouxas", rapidinho essa gente consegue a liberdade, e fica "respondendo ao processo fora das gaiolas". E, por conseguinte, continuam suas práticas criminosas.
 
Fernando Silva em 29/05/2012 07:50:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions