A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

16/03/2013 18:51

Acusado por ataques tem passagens na Polícia por ameaça e perturbação

Nícholas Vasconcelos

Estevão de Oliveira Alves, 32 anos, preso neste sábado (15) acusado por seis ataques a veículos em Campo Grande já tinha passagens pela Polícia por ameaça e perturbação ao sossego alheio. Ele foi detido na rua General Sampaio, na Vila Planalto, depois de incendiar dois caminhões em uma empresa de engenharia no mesmo bairro e levado ao Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros).

Segundo a Polícia, ele vai responder por incêndio criminoso. “Não deixa de ser uma preliminar para o tipo de crime que ele está praticando agora”, disse o delegado Alberto Vieira Rossi.

O suspeito é acusado é de queimar a Toyota Hilux, o Gol, a camionete que vendia frutas na Praça das Araras, a Montana e dois caminhões tipo munk. Câmeras de segurança gravaram o momento em que Estevão incendiou a camionete Hilux e fugiu em seguida. Para a Polícia, ele confirmou ser a pessoa que aparece nas imagens.

Estevão é um dos 8 presos durante a mega-operação da Polícia para cumprir 25 mandados de busca e apreensão.

Segundo chefe da pasta da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Wantuir Jacini, o preso se aproveitou para cometer os incêndios a partir dos outros ataques registrados na Capital. Ele descarta a ligação do preso com a facção criminosa que atua dentro dos presídios.

Ataques – A onda de ataques começou na madrugada de quarta-feira (13), quando uma carreta que estava estacionada na Praça do Rádio Clube foi atacada.

Na noite de quarta-feira, cinco carros que estavam estacionados próximos das Igrejas São José e Santo Antônio e na avenida Afonso Pena foram alvo dos bandidos. Eles tiveram as mangueiras de combustível cortadas e em seguida, incendiados.

Já na quinta-feira (14), duas motos que estavam estacionadas na esquina da rua 15 de Novembro com a Travessa do Padre, ao lado da Igreja Santo Antônio, tiveram as mangueiras de combustível cortadas.

Outras duas motos foram alvo dos ataques na noite de ontem. Uma delas estava estacionada na Travessa do Padre, no mesmo local da ocorrência na noite anterior, e outra em frente à Praça do Rádio Clube.

Na madrugada de hoje, um caminhão foi queimado na frente da delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions