A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/03/2013 17:33

Polícia investiga três hipóteses sobre atentados a veículos no Estado

Nícholas Vasconcelos e Paula Maciulevicius
Investigações têm três linhas de investigação. (Foto: Marcos Ermínio)Investigações têm três linhas de investigação. (Foto: Marcos Ermínio)

A Polícia tem três linhas de investigação para os atentados cometidos em Mato Grosso do Sul esta semana. Segundo o secretário de Justiça e Segurança Púbica, Wantuir Jacini, os crimes podem ter sido cometidos por uma facção criminosa que atua nos presídios, por aproveitadores ou uma terceira, que liga os incêndios cometidos em Campo Grande com Sidrolândia.

Jacini disse que os ataques em Campo Grande têm características amadoras, enquanto a morte a policial militar aposentado Otacílio de Oliveira, 60 anos, teve características diferentes. “Todos os autores do crime em Três Lagoas foram presos, o que nos autoriza a dizer que foram praticados por uma facção negativa”, revelou o secretário.

A suspeita é de que mais criminosos tenham se aproveitado para cometer crimes semelhantes na Capital, a exemplo de Estevão de Oliveira Alves, 32 anos. Ele foi detido neste sábado na Vila Planalto, depois de incendiar seis veículos entre a madrugada e a tarde de hoje.

De acordo com a Sejusp, o preso se aproveitou dos incêndios anteriores para cometer os crimes de hoje.
Outra hipótese é que os atentados da Capital tenham ligação com o incêndio de um caminhão em frente à delegacia da Polícia Civil em Sidrolândia. Lá os suspeitos agiram em uma motocicleta potente, semelhante aos primeiros casos registrados em Campo Grande.

O secretário afirmou ainda que o reforço no policiamento continua por tempo indeterminado.” A operação ostensiva continua em toda a cidade e que um dos objetivos é transmitir a sensação de segurança com o autor preso”, disse.

Ataques – A onda de ataques começou na madrugada de quarta-feira (13), quando uma carreta que estava estacionada na Praça do Rádio Clube foi atacada.

Na noite de quarta-feira, cinco carros que estavam estacionados próximos das Igrejas São José e Santo Antônio e na avenida Afonso Pena foram alvo dos bandidos. Eles tiveram as mangueiras de combustível cortadas e em seguida, incendiados.

Já na quinta-feira (14), duas motos que estavam estacionadas na esquina da rua 15 de Novembro com a Travessa do Padre, ao lado da Igreja Santo Antônio, tiveram as mangueiras de combustível cortadas.

Outras duas motos foram alvo dos ataques na noite de ontem. Uma delas estava estacionada na Travessa do Padre, no mesmo local da ocorrência na noite anterior, e outra em frente à Praça do Rádio Clube.

Na madrugada de hoje, um caminhão foi queimado na frente da delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia.

Operação - Desde as 4h30 de hoje, cerca de 20 delegados estão nas ruas e 25 mandados de busca e apreensões estão sendo cumpridos desde às 6h. Até o momento, três suspeitos foram presos.

Oito pessoas foram presas por porte de armas, drogas e mandados de prisão em Campo Grande, Três Lagoas e Corumbá.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions