A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/06/2010 16:06

Advogado de cirurgião contesta interdição do CFM

Redação

O advogado do médico acusado da morte de uma paciente após uma lipoaspiração entrou com mandado de segurança para que o profissional possa exercer a profissão. Nesta quarta-feira, Alexsandro de Souza recebeu interdição cautelar do CFM (Conselho Federal de Medicina) e não pode atuar por ora na medicina.

Segundo Leandro de Moura, que representa judicialmente Alexsandro, a decisão é abusiva e temerária. "O Conselho de Medicina é um órgão fiscalizador, que não pode interditar ou impedir um profissional de exercer seu ofício", explicou o advogado.

O advogado reitera que o médico deve ter permissão para continuar exercendo a clínica geral e cirurgia geral. "Entendemos que as questões relacionadas à cirurgia plástica devem ser investigadas e somente isso deve ficar restrito", pondera Leandro, que ratifica que as provas colhidas contra o médico são frágeis e inconclusivas.

"Não há comprovação de negligência, imprudência ou imperícia por parte do meu cliente. Este caso merece atenção e ele tem direito a continuar trabalhando", disse Leandro. O mandado de segurança foi impetrado na 4ª Vara de Justiça Federal de Campo Grande.

Alexandro de Souza é acusado de ser o responsável pela morte de Cristiane Medina Dantas, de 24 anos, após uma lipoaspiração realizada em junho de 2008 em Fátima do Sul, a 246 quilômetros de Campo Grande.

Leandro contou que o mandado de segurança conta com depoimento da prefeita de Fátima do Sul, Ilda Machado, e do diretor do hospital da cidade, reforçando a idoneidade de Alexsandro. O advogado confirmou que o médico é habilitado para cirurgia plástica pela Sociedade Brasileira de Medicina Estética, na regional do Rio Grande do Sul.

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions