A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/07/2010 17:26

Advogado pede para menor que matou tia não ser preso

Redação

O advogado que representa o adolescente de 16 anos que matou a tia Elizangela Silva Ayala da Rocha, de 31 anos, a facadas na Vila Popular no último dia 24 pediu para que seu cliente não seja preso. A justificativa é que o jovem estaria abalado psicologicamente.

O advogado esteve na Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) nesta tarde, mas não quis se identificar. A delegada Maria de Lourdes Cano disse que o advogado pediu para que o menor não fosse preso sob alegação de que ele está passando por um momento difícil.

"Ele me disse que o adolescente precisa do carinho de pai e mãe, e não de cadeia", contou Maria de Lourdes. Na justificativa do advogado, o sobrinho girou com a faca nas mãos e acabou acertando a tia.

A delegada informou que o mandado de prisão já foi solicitado e deve ser expedido em breve. O adolescente era usuário de drogas e morava com a tia por supostos problemas com traficantes em outros bairros.

Na casa moravam o pai, Elizangela, três filhas e o autor do crime.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions