ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Agente denuncia ameaça do PCC e diz como seria morto

Por Redação | 07/09/2009 11:17

Um agente penitenciário de 30 anos, lotado no Complexo Penitenciário de Campo Grande, registrou hoje um boletim de ocorrência por ameaça de morte. Ele diz ter, inclusive, detalhes de como seria sua execução.

No relato, o agente afirma que quem executaria o crime seria integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Segundo ele, "corre nos bastidores do presídio" que o ex-interno Claudemir Figueiredo Braga, morto em consequência de HIV, seria o primeiro responsável pelo "trabalho", mas com "a morte do interno, o serviço passou para a responsabilidade de uma pessoa identificada apenas como o Gordo do Tiradentes."

Na denúncia, ele disse ter conhecimento que a execução dele deveria ocorrer da seguinte forma: dois homens em uma moto, sendo que o garupa atiraria contra ele, uma forma já conhecida de execução em Campo Grande.